Mostrando postagens com marcador André Fufuca. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador André Fufuca. Mostrar todas as postagens

sábado, 29 de janeiro de 2022

Fufuca nega apoio a Brandão


O deputado federal André Fufuca desmontou nesta sexta-feira, 28, com um sonoro “não!”, as especulações sobre possível adesão ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Aliados de Brandão na imprensa vêm dando como certa a cooptação não apenas de Fufuca, mas dos deputados Cleber Verde (PRB) e Pedro Lucas Fernandes (PTB).

A partir destas especulações, o blog Marco Aurélio D’Eça perguntou ao deputado do PP: “fechou com Brandão, parlamentar?”.

– Não! Foi a resposta, enfática.

Às vésperas da reunião do governador Flávio Dino (PSB) com os aliados, Carlos Brandão ainda não conseguiu nenhum.apoio que justificasse a imposição do seu nome à base.

Por isso ele vem tentando cooptar lideranças que estão com o senador Weverton Rocha (PDT).

Segundo os aliados do vice tucano, as investidas vão se intensificar neste sábado.

Com informações do Blog Marco D'eça

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

André Fufuca enquadra secretário de Flávio Dino


O secretário de Estado da Comunicação do governo Flávio Dino (PSB), Ricardo Cappelli, tomou uma invertida do deputado federas André Fucuca (PP) nas redes sociais no domingo (16).

No Twitter, o auxiliar do gestor maranhense criticou o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP e atual chefe da Casa Civil do governo Jair Bolsonaro (PL), por suas recentes mudanças de lado político.

Ele só não esperava que Fufuquinha reavivasse na memória dos internautas uma guinada política do PCdoB que, até hoje, é tratada como tabu entre os comunistas maranhenses.

“Menos, secretário, o PC do B fez parte do governo Roseana nos anos 90. Pouco tempo depois, dizia ser a pior desgraça do Maranhão. Marcos Kowarick ocupava secretaria, inclusive”, disparou.

Com informações do Blog do Kiel Martins

sábado, 21 de agosto de 2021

Fufuca passa longe do Maranhão durante visita de Lula


Presidente Nacional do Progressistas, o deputado federal maranhense André Fufuca ficou longe de São Luís durante a visita do ex-presidente Lula à cidade, encerrada nesta sexta-feira (20/8).

A quem o perguntava se estaria na capital maranhense no período, Fufuca respondia que estava “cheio de compromissos” em Brasília e que só pretendia ir a São Luís, onde mora, na segunda-feira (23/8).

O deputado assumiu o comando do Progressistas no início de agosto deste ano, após o então presidente da sigla, senador Ciro Nogueira (PI), ser nomeado ministro da Casa Civil do governo Bolsonaro.

No Maranhão, o Progressistas e Fufuca são aliados de primeira hora do governador do estado, Flávio Dino (PSB), que é adversário ferrenho do presidente Jair Bolsonaro.

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Mesmo crescendo no governo, PP resiste a filiar Bolsonaro


O deputado federal André Fufuca (PP) encontra-se com um baita problema na sua mesa de trabalho no posto de atual presidente nacional do partido: a tentativa de filiação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), seus filhos e sua tropa de choque ao seu partido.

Corre o zumzum dando conta de que o presidente está em conferência com os líderes do partido – além de André Fufuca, pesam na legenda o deputado federal alagoano Arthur Lira, presidente da Câmara Federal, e o senador piauiense Ciro Nogueira, atual chefe da Casa Civil – para definir uma posição. Isso porque boa parte dos deputados federais do PP já avisou que não quer saber do presidente e sua turma no partido, criando assim um clima de constrangimento para os líderes.

Antes do PP, Jair Bolsonaro foi rejeitado no PMB, depois mirou no Patriotas, que igualmente lhe fechou as portas por meio de uma crise entre apoiadores e não apoiadores do presidente dentro do partido. Agora está causando um estica-encolhe dentro do PP presidido no Maranhão e no plano nacional pelo deputado federal André Fufuca, onde também é rejeitado por parte dos deputados federais do partido. 

Nos três casos, a rejeição ao presidente é justificada pelo temor de que Jair Bolsonaro e sua tropa estabeleçam um clima de bagunça dentro do partido. No caso específico do Maranhão, o temor dos líderes é que o senador Roberto Rocha acompanhe o presidente e reivindique o comando estadual do partido. Nesse contexto de rejeição, sua procura poderá terminar nos portões do PTB, que poderá ser apressada com o presidente do partido, Roberto Jefferson, na cadeia. Parece ser o único em que o presidente será acolhido, caso resolva entrar. É o sonho colorido da presidente do partido no Maranhão, deputada Mical Damasceno.

quarta-feira, 28 de julho de 2021

André Fufuca vai assumir comando nacional do Progressistas


O deputado André Fufuca vai assumir a presidência nacional do Partido Progressistas. A mudança no comando da legenda ocorre porque Ciro Nogueira vai se licenciar do cargo de dirigente partidário para ser ministro da Casa Civil. Fufuca é um dos vice-presidentes da sigla. A informação foi confirmada pelo Estadão com o líder do governo na Câmara Federal, Ricardo Barros (Progressistas-PR).

A entrada de Nogueira na equipe significa levar o Centrão para o núcleo duro do governo, uma vez que senador é um dos principais líderes do grupo, ao lado do presidente da Câmara, Arthur Lira (AL). A escolha contradiz todas as afirmações de Bolsonaro contra a velha política e o toma-lá, dá cá.

Novo presidente do Progressistas, Fufuca foi o segundo vice-presidente da Câmara em 2017 e assumiu o comando da Casa por uma semana. O deputado é de uma família tradicional na política. André Luiz de Carvalho Ribeiro herdou o apelido do pai Francisco “Fufuca” Dantas, que é prefeito de Alto Alegre do Pindaré (MA). Por isso, no Maranhão, o deputado é chamado de Fufuquinha.