Mostrando postagens com marcador Leonardo Sá. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Leonardo Sá. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022

Ex-mulher retira sobrenome do Deputado e é novamente nomeada na AL-MA


Hoje separados oficialmente, a ex-mulher do deputado Leonardo Sá, do PL, foi novamente nomeada na Assembleia Legislativa do Maranhão (AL-MA).

A ex-pupila do deputado havia sido nomeada para cargo de R$ 17 mil em outubro de 2021.

Cristine Belloti, mãe dos três filhos do médico, foi exonerada no último dia 1 de fevereiro depois de garfar R$ 52 mil como funcionária fantasma do parlamento (reveja).

Exatos 15 de depois da tal ‘exoneração’, a reportagem do Blog do Maldine Vieira apurou que Cristine foi novamente contemplada com cargo no legislativo.

Desta vez, chamou atenção do titular do blog a retirada do sobrenome do deputado.

De acordo com publicação do Diário Oficial, Cristiane deixou de usar o sobrenome Pires de Sá, passando assinar agora o nome de Cristine Belloti Santos.

Segundo apurou a reportagem, os pagamentos à Cristiane via assembleia legislativa é referente ao pagamento de pensão ao filho caçula do ex-casal.

Perante a lei, conforme alguns advogados da área ouvidos pelo blog, o método encontrado pelo médico para pagamento da pensão é absolutamente ilegal, podendo inclusive acarretar ação judicial.

Veja abaixo a nomeação.


segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Reviravolta em Pinheiro pode alterar jogo por mandato parlamentar


A mudança no comando de Pinheiro pode ter reflexos fortes na disputa para a Assembleia Legislativa. A deputada estadual Thaíza Hortegal (PP), recém separada do prefeito Luciano Genésio, vinha perdendo terreno com a pré-candidatura da irmã do prefeito, Luciana Genésio, à Assembleia Legislativa, que sofre um duro golpe com a reviravolta. 

Correndo por fora, o deputado estadual Leonardo Sá (PL) pode também se beneficiar com os desdobramentos políticos da Operação Irmandade. O caldo pode entornar se o ex-prefeito Filuca Mendes (MDB) decidir entrar na briga por uma cadeira na Assembleia Legislativa. 

Outra possibilidade é o ex-deputado federal Victor Mendes (MDB) decidir se candidatar novamente e abalar a votação do deputado federal André Fufuca (PP).

sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Ex-mulher de deputado já embolsou R$ 39 mil como funcionária fantasma na AL-MA


A ex-mulher do médico e deputado Leonardo Sá, do PL, já embolsou a bagatela de R$ 39 mil dos cofres da Assembleia Legislativa do Maranhão (AL-MA).

De acordo informações do quadro de servidores da Casa, Cristina Belloti Pires de Sá recebe desde outubro de 2021 o salário liquido de R$ 13 mil.

Além de ex-mulher, Cristine Belloti é mãe dos três filhos do médico.

Segundo apurou reportagem do blog, a nomeação da ex-amada é usada como forma de pagamento de pensão, o que é absolutamente ilegal perante a lei.

A relação entre Leonardo Sá e a família da ex, no entanto, vai muito além da nomeação.

Conforme publicado por este blog, o parlamentar é suspeito de usar o ex-cunhado, irmão de Cristiane, como ‘teste de ferro’ em negócios obscuros que envolvem uma empresa de fachada.

Contratos da empresa com o governo do Estado seriam, inclusive, responsáveis pela debandada do médico ao grupo do vice-governador Carlos Brandão.

Leonardo integrava a linha de frente do grupo do deputado federal e presidente PL Josimar Maranhãozinho, que é pré-candidato ao governo.

Se não bastasse a relação perigosa que envolve ‘negócios e negociatas’ com o governo, Leonardo ainda possui problemas com a agiotagem.

Também já publicado por este blog, o deputado anda se escondendo para não pagar uma divida de R$ 400 mil adquirida em sua campanha fracassada à prefeitura de Pinheiro em 2020.

Embora com diversos problemas para administrar, o médico encontra refúgio em seu novo amor, uma médica de apenas 25 anos.

Com informações do Blog Maldine Vieira

domingo, 26 de dezembro de 2021

Deputado Leonardo Sá se esconde para não pagar dívida de R$ 400 mil


Um agiota que atua como empresário do ramo de produção de eventos, cobra uma dívida de R$ 400 mil do médico e deputado Leonardo Sá, do PL.

Segundo apurou reportagem do blog, o deputado contraiu os empréstimos para injetar em sua campanha derrotada a prefeito de Pinheiro em 2020, e logo depois tomou o famoso chá de sumiço.

Ainda segundo apurou a reportagem, o agiota vinha segurando as cobranças em razão da proximidade com o deputado federal Josimar Maranhãozinho, que é presidente do PL e também amigo de Leonardo.

Josimar vinha intercedendo pelo médico e pedindo paciência ao empresário.

No entanto, após debandada do deputado ao grupo do vice-governador Carlos Brandão, o agiota tem afirmado aos quatro cantos que não vai mais esperar para o recebimento da dívida.

Com o recado dado, o deputado é visto sempre andando as pressas pelos corredores da assembleia legislativa, como se estivesse fugindo de alguém.

Sabedor de que o apoio ao vice-governador tem relação com contratos milionários da empresa do médico no Estado, o agiota deve engrossar o tom assim que o recesso parlamentar terminar. Até lá muitas águas irão rolar, é aguardar e conferir !!!

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Josimar deve reforçar oposição a Flávio Dino na AL


O governo de Flávio Dino (PSB) deverá ter, a partir da sessão de hoje na Assembleia Legislativa, sete deputados compondo oposição na Casa. Até antes da operação Maranhão Nostrum, do Ministério Público Estadual, o Palácio dos Leões – desde 2015 – na verdade tinha de fato seis parlamentares no campo opositor a Dino. Em 2018, reduziu pela metade.Por divergências com Josimar de Maranhãozinho (PL), governador vai ter oposição maior no Legislativo Municipal.

Desde o fim de setembro, que o presidente estadual do PL e deputado federal Josimar de Maranhãozinho vem ensaiando sua saída do grupo governista.Por ser pré-candidato ao governo do Maranhão e perceber que não se encaixa entre os nomes de pré-candidatos palacianos, Maranhãozinho já indicava o desembarque do grupo de Flávio Dino.

Com a operação Maranhão Nostrum, que ocorreu dia 2 deste mês e teve Josimar e aliados como alvo, o presidente do PL decidiu assumir a postura mais clara de atacar o governo de Flávio Dino.

Com a narrativa de que a operação do Ministério Público teve motivação política, Maranhãozinho vem criticando os índices sociais e econômicos do governo maranhense e criticou o governador Flávio Dino no episódio do discurso do socialista em Chapadinha contra a prefeita da cidade, Belezinha (PL).

Esta postura de Josimar de Maranhãozinho deverá ser repetida pelos quatro deputados estaduais do PL na Assembleia Legislativa.A esposa do deputado federal, Detinha, Vinícius Louro, Leonardo Sá e Hélio Soares deverão mudar o tom em relação ao Palácio dos Leões.

Vinícius Louro já até iniciou na semana passada quando foi a tribuna da Casa criticar a operação do MP junto com a Polícia Civil.

O que me chama a atenção, senhores deputados, é que, depois desses dois grandes eventos, depois do crescimento do deputado federal Josimar de Maranhãozinho ao Governo do Estado do Maranhão, acontece essa operação.O que eu entendo é que um deputado estadual para se ter uma ordem expedida para invadir a sua residência tem que ser por meio do Tribunal de Justiça, um deputado federal para ter uma ordem pra invadir a sua residência tem que ser por meio do Supremo Tribunal.E ali entraram por meio de um juiz singular”, disse o parlamentar.

Reunião

Sobre a posição da bancada do PL na Assembleia Legislativa, que já faz parte de um bloco junto com o Republicano, o deputado federal Josimar de Maranhãozinho disse a O Estado que vai reunir hoje com os quatro deputados para bater o martelo sobre a posição a ser adotada.

Ainda segundo ele, o encaminhamento do PL é exatamente de se tornar oposição ao governo Flávio Dino.