Mostrando postagens com marcador eleições 2024. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador eleições 2024. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 30 de abril de 2024

¨Vamos debater a cidade e construir com a população um projeto para São Luís¨, diz Flávia Alves


A presidente estadual do Solidariedade e pré-candidata a Prefeitura de São Luís, Flávia Alves, concedeu uma entrevista nesta terça-feira ao Programa Conversa Franca, apresentado pelos comunicadores Nilson Júnior e Thiago Aroso da Rádio Web Interativa. Na oportunidade, ela comentou sobre a sua passagem pela Superintendência Estadual do IBAMA, os desafios e as estratégias do partido Solidariedade no estado, e também, sobre a sua pré-candidatura a Prefeita da capital.

Quando questionada sobre a sua gestão no IBAMA, Flávia Alves considerou como um grande desafio e que sentiu-se honrada pelo convite feito pelo presidente Lula. ¨Fiquei muito honrada quando recebi o convite do nosso presidente da Republica para assumir o cargo.Foi uma jornada muito importante, de muito aprendizado e um grande desafio, somando-se com a experiência no ramo da advocacia na área ambiental. Neste período combatemos o desmatamento no bioma amazónico, reestruturamos o órgão que vinha sofrendo com o desmanche da ultima gestão federal e, também, intensificando a fiscalização, assim como, nos licenciamentos de obras estruturantes em terras federais e indígenas¨, disse.

Sobre a participação do Solidariedade nas eleições deste ano, Flávia destacou que a legenda terá uma participação ativa em São Luís e no interior do estado com diversas pré-candidaturas para prefeito, vice-prefeito e vereador em diversos municípios. 

¨Temos várias pré-candidaturas majoritárias e, também, para as Câmaras Municipais. Desde que assumi o comando do Solidariedade houve um crescimento significativo e na participação do partido nos municípios, inclusive, na Ilha de São Luis com a nossa pré-candidatura e do Jorge Marú que é pré-candidato a prefeito de Paço do Lumiar¨, destacou.

Em relação aos desafios, perspectivas e os motivos que a levaram a colocar seu nome na disputa para a Prefeitura de São Luís, Flávia Alves afirmou que estava cumprindo uma orientação do Diretório Nacional do Solidariedade que pretende lançar o máximo de candidatos nas capitais brasileiras. 

¨Estou cumprindo a orientação da Nacional de nosso partido que pretende lançar o maior número de candidatos a prefeitos nas capitais e aqui, em São Luis, vamos seguir essa diretriz. Estamos construindo esse projeto e o Solidariedade estará nesta jornada em 2024. Não apenas com o objetivo em representar as mulheres, mas toda a família, apesar de considerar importante uma voz feminina neste processo¨ e completou ¨Temos em andamento um estudo das necessidades reais de São Luís para ser apresentado numa construção coletiva com a participação da população do que realmente se espera de uma gestão, que se apresente como uma alternativa diante dos nomes colocados¨, finalizou Flávia Alves.


sábado, 27 de abril de 2024

Jorge Marú promove encontro com amigos no Maiobão


PAÇO DO LUMIAR – Não tem para ninguém. O grupo do presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Marú(Solidariedade) e Paula Azevedo(PCdoB) mostrou mais uma vez que não tem medo de chuva e organizou uma noite de diálogo a pedido de amigos e moradores da região da Rua 83, na Avenida 10 do Maiobão. O encontro aconteceu em frente à casa do parlamentar, local onde ele iniciou suas campanhas vitoriosas e organiza anualmente seus tradicionais bloquinhos de rua.

O evento desta sexta-feira(26) recebeu ainda a vereadora Alexissandra Garcia(SD), que reforçou a importância da manutenção do grupo unido e focado no objetivo de fazer o município seguir avançando. Marú, é pré candidato pelo partido Solidariedade e conta também com as legendas, Agir, PMB, Rede, PV e PL; e com a federação Rede e PSol.

Emocionado, o Presidente da Câmara falou sobre o significado do local para ele: “ Aqui é para mim um lugar de importantes começos, nossas campanhas de vereador começaram aqui, esta região do Maiobão significa um período de muitas lembranças boas, já joguei bola aqui perto, já colocamos nossos bloquinhos na rua, já reivindicamos melhorias e já tivemos até o nosso diretório começando nesta garagem com aproximadamente 30 pessoas na época. Hoje estamos iniciando voos mais altos, sem perder a humildade dos velhos tempos. Todos vocês são muito importantes na minha vida, por isso mais uma vez agradeço a presença e atenção”, destacou.

A prefeita Paula Azevedo lembrou sua trajetória até a prefeitura: “Nunca tivemos muito dinheiro, nem campanhas extravagantes, o que nos tornou fortes foi a nossa união, isso nos fez passar por cima de todas as adversidades. Não negócio meus valores, nem a minha palavra. Permaneço fiel ao meu grupo e assim seguiremos”, finalizou.

quarta-feira, 6 de março de 2024

Assembleia promove sessão especial para debater regras das eleições municipais de 2024

A Assembleia Legislativa do Maranhão promoveu, na manhã desta terça-feira (5), no Plenário Nagib Haickel, sessão especial para debater as regras das eleições municipais de 2024. A iniciativa partiu da Mesa Diretora da Alema. O ato solene foi comandado pela presidente da Casa, deputada Iracema Vale (PSB), e contou com a presença de parlamentares, diversas autoridades e convidados.

A chefe do Parlamento Estadual agradeceu a disponibilidade do TRE/MA em firmar parceria com a Assembleia Legislativa do Maranhão para levar informações à população maranhense sobre as regras eleitorais para o pleito municipal.

“Estamos à disposição da Justiça Eleitoral maranhense para expandir esse projeto de conscientização sobre as regras eleitorais para todo o Maranhão. Agradeço ao deputado Ariston (PSB), idealizador deste projeto, ideia que foi prontamente abraçada pela Mesa Diretora desta Casa. Agradeço a toda a equipe do TRE/MA pela colaboração”, afirmou Iracema Vale.

Na ocasião, o presidente do TRE/MA, desembargador José Luiz Almeida, advertiu quanto à relevância de se conhecer as regras das eleições e parabenizou a Assembleia pela iniciativa. “É de suma importância que se debata e se conheça as regras das eleições. Em contraponto à cultura da transgressão que, infelizmente, existe em nossa sociedade, é preciso consolidar a cultura do agir segundo a lei”, defendeu.

Palestras

Uma equipe de técnicos e consultores do TRE/MA, composta por Michele Pimentel Duarte, analista judiciária; Roberto Magno Frazão, da Corregedoria Eleitoral; o juiz Ferdinando Serejo; Lucélia da Rocha Sousa, da Seção de Gerenciamento de Dados Partidários, e Adriane Rocha, da Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias, ministrou uma sequência de  palestras abordando os temas novidades das Resoluções do Tribunal Superior Eleitoral sobre as eleições municipais de 2024, propaganda eleitoral, fake news e inteligência artificial, registro de candidaturas e prestação de contas.

Importância

O deputado Roberto Costa destacou a importância do evento. “Este é um ano de eleições municipais e precisamos conhecer as regras eleitorais para podermos participar desse momento de suma importância para a democracia brasileira. Essa parceria que a Assembleia firma com a Justiça Eleitoral maranhense vai contribuir significativamente para que tenhamos eleições municipais tranquilas”, acentuou.

Carlos Magno Frazão, da Corregedoria Eleitoral do TER/MA, parabenizou a Mesa Diretora da Assembleia pela iniciativa de promover o debate sobre as regras das eleições municipais de 2024. "É muito importante se conhecer as regras eleitorais. Apresentamos aqui as regras atualizadas que vão reger o pleito eleitoral de 2024”, frisou.

segunda-feira, 14 de agosto de 2023

Eleições 2024: Jorge Marú intensifica visitas e reuniões em Paço do Lumiar

Nos últimos dias, o presidente da Câmara de Vereadores e pré-candidato a Prefeito de Paço do Lumiar, Jorge Marú, mantém um ritmo intenso com visitas e reuniões em diversos bairros luminenses. Jorge Marú tem aproveitado para percorrer pontos importantes da cidade, dialogar com aliados políticos e cidadãos comuns, e reafirmar suas aspirações políticas para o pleito de 2024.

Desde instituições de caridade até escolas públicas, Marú demonstrou sua conexão com as raízes e o interesse em conhecer de perto as necessidades e desafios enfrentados pela sua comunidade.

Durante os encontros, o pré-candidato teve a oportunidade de estreitar laços com seus apoiadores e ouvir as demandas da população local. O parlamentar se envolveu em animados bate-papos e posou para fotos. Sua empatia e habilidade em se comunicar transpareceram enquanto dialogava com os presentes, cativando tanto eleitores antigos quanto aqueles que ainda estão indecisos sobre seu futuro político.

As visitas de Jorge Marú ganham contornos ainda mais significativos quando ele reforçou a sua pré-candidatura a Prefeito paras as eleições municipais de 2024. Marú enfatizou seu compromisso com Paço do Lumiar e compartilhou sua visão de uma cidade mais próspera, inclusiva e desenvolvida. A pré-candidatura de Marú ganha força e já polariza pontuando na primeira colocação, a partir de que ele dialoga diretamente com os eleitores e apresenta suas propostas para a localidade.






Paço do Lumiar, parece estar em meio a um cenário político de expectativas renovadas. As visitas constantes de Jorge Maru serviram como um lembrete tangível de que a renovação política é possível e pode começar de dentro das próprias comunidades.

À medida que os preparativos para as eleições municipais de 2024 se aproximam, fica claro que Marú está disposto a empenhar esforços para fazer a diferença na cidade que a viu crescer. Sua jornada política, que a levou a representar o estado na Câmera Municipal, agora parece encaminhar-se a um novo capítulo com a possibilidade de liderar sua cidade natal rumo a um futuro promissor. A trajetória do Vereador, repleta de engajamento e determinação, promete continuar atraindo a atenção dos cidadãos e observadores políticos nos próximos meses.

segunda-feira, 7 de agosto de 2023

33% Deputados Estaduais do MA ‘estão na pista’ de olho no cargo de Prefeito em 2024

A Assembleia Legislativa do Maranhão retomou as atividades na última terça-feira (1º). Para além dos debates legislativos, a tendência é que o Plenário Nagib Haickel se transforme em ambiente panfletário para parlamentares que estão de olho no Executivo nas eleições de 2024. Dos 42 deputados estaduais, o blog apurou que ao menos 13 sinalizam interesse de concorrer no próximo ano.

A cadeira de chefe do Executivo de São Luís é a mais concorrida, com quatro postulantes que demonstram interesse em entrar na disputa contra o projeto de reeleição do prefeito Eduardo Braide (PSD).

Um deles é o deputado Neto Evangelista (União Brasil), que ficou em terceiro lugar nas eleições de 2020, perdendo a vaga ao segundo turno para o deputado Duarte Júnior (PSB).

Quem também está colocando o ‘nome na pista’ para uma nova tentativa de comandar a capital é o deputado Wellington do Curso (Podemos), que desde o início da legislatura já vem manifestando interesse no cargo. Ele disputou a eleição de prefeito em 2016, mas não logrou êxito e terminou o pleito em terceiro lugar com mais de 100 mil votos.

Na avaliação de alguns analistas, mesmo perdendo espaços midiáticos, o parlamentar vem conseguindo se manter em evidência e chegou a ser a grande surpresa da 1ª pesquisa eleitoral do ano.

Quem também demonstra interesse em comandar o Palácio de La Ravardière é o deputado Carlos Lula (PSB). Ele diz que está disposto a concorrer em São Luís, mas pode ter como ‘plano B’ o município de Paço do Lumiar. Caso isso aconteça, entra em colisão com o projeto da prefeita Paula Azevedo (PCdoB), que tende a indicar um nome do próprio grupo para a disputa na cidade.

Do mesmo partido, consta o deputado Yglésio Moyses (PSB), que concorreu à prefeitura em 2020, pelo PROS, mas também não logrou êxito. Para o próximo ano, o maior desafio dele é buscar uma justa causa na justiça para sua desfiliação do PSB, que demonstra um interesse maior pelo 2º colocado do último pleito municipal.

Timon tem dois

Outra cidade com mais de um deputado posicionado como futuro candidato é Timon, que tem Rafael (PSB) e Leandro Bello (Podemos), como opções da oposição à atual prefeita Dinair Veloso (PDT). A gestora foi apoiada pelo antecessor Luciano Leitoa (PDT), que é primo de Rafael, mas hoje são adversários.

Sem concorrência

Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão, está no radar de apenas um parlamentar: o deputado Rildo Amaral (PP). Por enquanto.

Cascaria em Pedreiras

O deputado Júnior Cascaria (Podemos), que já foi prefeito de Poção de Pedras (MA), tem circulado como opção dos eleitores para 2024 no município de Pedreiras. Na Assembleia, ele tem soltado as garras no ataque da gestão da prefeita Vanessa Maia (SD), esposa do 1º suplente de deputado Fred Maia (PDT).

Quem são os outros?

Além desses, também podem acabar concorrendo ao pleito de 2024, os deputados Roberto Costa (MDB), no município de Bacabal; Daniela (PSB), em Presidente Dutra; Solange Almeida (PL), na cidade de Santa Inês; Juscelino Marreca (Patriotas), em Santa Luzia; e Claúdio Cunha (PL), em Cururupu.

Quais os favoritos?

De acordo com levantamentos que vêm sendo realizados em algumas das cidades citadas, os favoritos são Júnior Cascaria e Rildo Amaral. Alguns nomes da lista podem não disputar.

Difícil manter a linha

A presidente da Assembleia Legislativa, Iracema Vale (PSB), terá trabalho, se for manter a linha de não permitir debates municipais no plenário da Casa.

sexta-feira, 7 de julho de 2023

Saiba quem são os Deputados (as) Estaduais que pretendem disputar as eleições de 2024

A medida que as eleições municipais de 2024 se aproximam o Blog do Domingos Costa atualiza os fiéis leitores acerca do cenário político das nossas 217 cidades maranhenses.

Conforme apuração, dos atuais 42 deputados estaduais na Assembleia Legislativa do Maranhão, pelo menos 10 (dez) deles são pré-candidato a prefeitos (as) de algum município do Maranhão.

Pela ordem das fotos acima, temos: o deputado Rafael (ex-leitoa) filiado ao PSB irá disputar a prefeitura de Timon; Já a deputada Daniela (ex-tema), também do PSB, concorrerá em sua cidade natal, Presidente Dutra

A deputada Solange Almeida (que não é a cantora de forró) pretende enfrentar as urnas pela prefeitura de Santa Inês, vizinha ao município onde o marido é prefeito (Igarapé do Meio); E o deputado Rildo Amaral, filiado ao PP, quer ser o próximo prefeito da segunda maior cidade de Maranhão, Imperatriz.

O deputado estadual Júnior Cascaria, filiado do Podemos, é pré-candidato a prefeito da cidade de Pedreiras; E o também deputado Juscelino Marreca, do Patriota, pretende concorrer ao comando da cidade de Santa Luzia, onde foi vice-prefeito até dezembro do ano passado.

O emedebista Roberto Costa quer ser o próximo prefeito de Bacabal com o apoio do atual Edvan Brandão, o parlamentar é um dos caciques do MDB maranhense; O deputado Claúdio Cunha é também pré-candidato a prefeito de Cururupu pelo seu partido o PL, cidade onde foi o mais votado em 2022.

E, por último, os dois deputados estaduais pré-candidatos ao comando do Palácio La Ravardiére: Neto Evangelista, do União Brasil, e Yglésio Moyses, do PSB. O primeiro, advogado, tem o aval do seu partido, já o segundo, médico, não tem autorização da sua legenda para ser pré-candidato e nem mesmo para se desfiliar da sigla, o que por óbvio, inviabiliza sua pretensão.

Por hora, esses são os (as) deputados (as) que querem se tornar prefeitos (as) em 2024, agora falta só combinar com o povo.

quinta-feira, 8 de junho de 2023

Aliança de Brandão com Braide prejudica acordo com Aluísio Mendes

Não é novidade para ninguém que o prefeito de São Luís-MA, Eduardo Braide, pode se aliar ao Governo do Estado para ter o apoio à sua reeleição em 2024.

O prefeito já foi até convidado para se filiar ao MDB, que vai ser comandado no Estado pelo irmão do governador Carlos Brandão (mais detalhes aqui).

A possibilidade da aliança com o grupo de Brandão fez Braide voltar atrás do acordo que havia feito com o deputado federal Aluísio Mendes, que comanda o PRB no Maranhão. Ele havia prometido duas secretarias para Mendes.

Os dois se desentenderam no período das eleições de 2022, mas fizeram as pazes mês passado após uma conversa bastante difícil. Antes do desentendimento, Aluísio tinha o controle da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar, que tinha seu aliado Júnior Vieira como secretário.

Agora sem nenhum espaço na prefeitura e com o acordo não cumprido, Aluísio Mendes vai voltar a se desgastar com Eduardo Braide.

segunda-feira, 15 de maio de 2023

Duarte Jr. irreversível, mas a palavra final é de Brandão e Dino

O deputado federal Duarte Jr. acredita que está tudo certo dentro do seu partido, o PSB, para ser candidato a prefeito de São Luís. De acordo com ele, independente de que haja várias candidaturas dentro do grupo governista, já há uma definição sobre seu nome, faltando apenas um anúncio oficial, que será feito “no momento certo”.

Isto é, Duarte dá a entender que é irreversível sua candidatura para enfrentar o prefeito Eduardo Braide.

Resta aguardar o que decidirão os líderes do grupo, o governador Carlos Brandão e o senador Flávio Dino, que darão a palavra final em relação à sucessão de São Luís.

Ainda é cedo para qualquer definição.

terça-feira, 2 de maio de 2023

Paulo Victor reafirma pré-candidatura a prefeito ao reassumir Câmara


O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Paulo Victor (PCdoB), reafirmou nesta terça-feira, 2, ao reassumir o comando do Legislativo da capital, sua intenção de disputar a sucessão do prefeito Eduardo Braide (PSD) em 2024.

Ele confirmou que seu retorno ao parlamento tem como objetivo o exercício de maior fiscalização sobre as atividades da gestão do atual prefeito – com quem acredita que polarizará o debate até a eleição do ano que vem – e debater os problemas da cidade.

Pelo tom do parlamentar, a pré-candidatura conta com o apoio do governador Carlos Brandão (PSB).

Paulo Victor revelou, ainda, que há três pedidos de afastamento de Braide protocolados na Mesa Diretora da Casa. Além dos pedidos de cassação do chefe do Executivo municipal, Victor informou que está propondo uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar o situação de caos na saúde pública do município.

“Afirmo aos senhores que recebo três pedidos de afastamento e cassação do prefeito Eduardo Braide. Foram protocolados nesta manhã. Esses pedidos serão deliberados para o Plenário e sua maioria eles aprovarão ou não a abertura do pedido de afastamento do prefeito”, pontuou.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de mudar de partido – já que é filiado ao PCdoB, legenda que integra a federação com PT e PV -, o presidente da Câmara disse que o governador Brandão ainda estaria avaliando a necessidade de mudança de sigla para que ele possa concorrer. “O partido que o governador escolher para eu ser candidato, é para lá que vou”, afirmou.

segunda-feira, 24 de abril de 2023

Brandão quer Felipe Camarão na disputa pela Prefeitura de SLZ em 2024

Fontes do Palácio dos Leões asseguram que a entrada de Camarão na sucessão de Braide seria o ponto de unidade entre Brandão e o ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB).

Este blog apurou agora que Brandão voltou à carga nos últimos dias, após analisar pesquisas que apontam amplo favoritismo de Braide contra os candidatos da base que já se manifestaram na disputa, incluindo o deputado federal Duarte Júnior (PSB).

Para o governador, com apoio do Palácio, de Dino e a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Felipe Camarão se tornaria quase imbatível contra Braide.

O problema é que, tanto para o próprio Camarão quanto para Flávio Dino e seus aliados, a estratégia de Brandão visa apenas alterar a sua própria linha sucessória de 2026.

Elegendo-se prefeito, Camarão deixaria a vice-governadoria, o que abriria vaga de candidato natural em 2026 para um candidato escolhido pelo governador; além disso, com um aliado na Prefeitura de São Luís, Flávio Dino estaria contemplado.

Sendo ou não efetivada, a movimentação de Brandão aponta para duas posições claras:

1 – o governador não quer mesmo apoiar o deputado Duarte Júnior, mais ligado ao grupo de Flávio Dino

2 – Não passa de especulação as notícias apontando possível aliança de Brandão com Eduardo Braide.

De uma forma ou de outra, o governador se mexe para montar o cenário da sucessão 2024.

E desenhar a sua própria, em 2026...

Por Março D'eça

sábado, 22 de abril de 2023

PSD do MA rachado, mas a tendência é ficar sob o controle de Braide

A ameaça da deputada estadual Mical Damasceno de se candidatar à Prefeitura de São Luís em 2024 dá bem a medida do que é o braço maranhense do PSD, ao qual são atualmente filiados o prefeito Eduardo Braide, o deputado estadual Fernando Braide, o deputado federal Josivaldo JP e a senadora Eliziane Gama, além, claro, da própria deputada Mical Damasceno. 

Para começar, não se sabe exatamente quem, de fato, tem o controle do partido no estado, já que os seus últimos dirigentes, o ex-deputado federal Edilázio Jr. e o ex-deputado estadual César Pires, derrotados nas eleições de 2022, juntamente com o ex-prefeito ludovicense Edivaldo Holanda Jr., passaram a bola para a frente. A legenda caiu no colo do prefeito Eduardo Braide, onde permanece até hoje, mesmo depois da entrada da senadora Eliziane Gama, que também está de olho no comando do partido.

Mesmo na inacreditável teia partidária brasileira, onde, com raras exceções, os partidos atuam apenas como instrumentos de conveniência política, é difícil encontrar uma agremiação que reúna quadros tão distanciados como o atual braço do PSD no Maranhão. Ao longo desse século, a legenda já esteve nas mãos da ex-deputada Nice Lobão, do ex-deputado Carlos Alberto Milhomem, do economista Cláudio Trinchão (secretário de Fazenda do último governo Roseana Sarney), de onde escorregou para as mãos do então deputado federal Edilázio Jr., tendo finalmente chegado ao controle do prefeito Eduardo Braide.

Depois dessa curiosa trajetória, marcada por seguidos insucessos eleitorais dos seus controladores, o braço maranhense do PSD agrega atualmente mais uma diferente composição de quadros. Para começar, tudo indica que o partido está sob o comando do prefeito Eduardo Braide, e do irmão dele, deputado estadual Fernando Braide, ambos políticos de centro-direita, que flertam segmentos de centro-esquerda, como o PDT do senador Weverton Rocha, de quem ainda são aliados. Os dois convivem na mesma casa com bolsonaristas não radicais, como o deputado federal Josivaldo JP, e com a direita radical e conservadora representada pela deputada Mical Damasceno, que atua de acordo com o braço evangélico do bolsonarismo extremado no estado.

No meio desse quadro complexo desembarcou a senadora Eliziane Gama, que representa o segmento evangélico de centro-esquerda. Política de centro-esquerda, ela já esteve no PT, mudou-se para a Rede, de onde saiu para migrar para o PPS, que foi rebatizado Cidadania, e pelo qual se elegeu para o Senado em 2018, integrando a base dos governos Flávio Dino (PSB) e Carlos Brandão (PSB). Eliziane Gama migrou do Cidadania para o PSD num arranjo partidário feito pelo chefe nacional do partido, Gilberto Kassab, para engordar a base de apoio do Governo Lula da Silva (PT) no Congresso Nacional. Ao que parece sem levar em conta a confusa teia política que é o braço do partido no Maranhão.

Essa bomba explodirá ou será desarmada à medida que se aproximar o momento em que o partido tiver de definir seu caminho nas eleições municipais, a começar por São Luís. Dentro do PSD uma decisão já está tomada: o prefeito Eduardo Braide é o candidato à reeleição. Nesta semana, a deputada Mical Damasceno externou seu incômodo com a entrada da senadora Eliziane Gama no partido e ameaçou se candidatar à Prefeitura da Capital. Poderá ser, mas não pelo PSD. Eliziane Gama vai ficar contra o candidato do Governo, que pode ser o deputado federal Duarte Jr. (PSB) ou o vereador Paulo Victor (PCdoB)? Ou ela própria se lançará candidata?

O fato é que vai chegar a hora da verdade no PSD. Nesse momento, as diferenças vão falar tão alto quanto as conveniências. É possível prever que com o poder de fogo que dispõe, o prefeito Eduardo Braide poderá impor seu projeto de reeleição, com ou sem o apoio da senadora Eliziane Gama e da deputada Mical Damasceno.

quinta-feira, 20 de abril de 2023

Jorge Maru declara apoio à pré-candidatura de Pará Figueiredo a Prefeitura de Paço do Lumiar

O deputado estadual e  pré-candidato a Prefeito de Paço do Lumiar, Pará Figueiredo (PL), iniciou suas articulações e recebeu o apoio do Presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Maru (Republicanos), num almoço promovido num restaurante da capital. Figueiredo, que já tem o nome consolidado no município por ter obtido mais 2 mil votos nas eleições de 2022, tem uma boa relação com a prefeita Paula Azevedo e pode se consolidar como opção da alcaide para as eleições de 2024.

“Hoje foi o dia de reencontrar o meu grande amigo e Presidente da Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar, Jorge Maru. E de uma coisa vocês podem ter certeza, em 2024 caminharemos juntos em Paço do Lumiar ”, disse o deputado em suas redes sociais.

Pará Figueiredo tem dito nós bastidores que a sua pré-candidatura tem apoio total do presidente do PL e deputado federal, Josimar Maranhãozinho, e que pretende intensificar os diálogos com lideranças partidárias para a formação de uma frente ampla.

domingo, 5 de março de 2023

Com Paulo Victor na Cultura e Karem Barros no Viva/Procon, Brandão atiça disputa em São Luís

Ao anunciar a volta do vereador Paulo Victor (PCdoB), Com Paulo Victor na Cultura e Karem Barros no Viva/Procon, Brandão atiça disputa em São Luís, presidente da Câmara Municipal de São Luís, ao comando da Secretaria de Estado da Cultura, e a confirmação da advogada Karem Barros, indicada do deputado federal Duarte Jr. (PSB), à frente do Viva/Procon, o governador Carlos Brandão (PSB) sinalizou, com clareza solar, que pretende manter unido o poder de fogo do grupo que lidera para a disputa para a Prefeitura de São Luís. 

E deve reforçar ainda mais essa estratégia com a escolha do novo titular da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano, que terá peso expressivo nas ações governistas na Capital. A sinalização certamente alcançou o gabinete principal do Palácio de la Ravardière, onde o prefeito Eduardo Braide (PSD) desenha, com atenção máxima, o seu projeto de reeleição.

O vereador Paulo Victor já foi testado com bom desempenho no comando da Secretaria de Estado da Cultura, quando organizou o grande São João de 2022, e agora, informalmente, como o responsável pelo sucesso estrondoso do Carnaval em São Luís. Volta à pasta com o propósito de manter viva e intensa a natureza de uma cidade que respira cultura em todos os vieses – manifestações populares, literatura, teatro, artes plásticas, memória, cinema, e por aí vai. O seu projeto, segundo uma fonte próxima dele, é fortalecer a base cultural do Maranhão inteiro, com ênfase de São Luís como Cidade Patrimônio Cultural da Humanidade.

Dono de um estilo arrojado e já tendo revelado surpreendente habilidade no jogo das decisões políticas quando se elegeu presidente da Câmara por aclamação, numa articulação que não deixou margem para adversários, o secretário da Cultura mira também, sem esconder de ninguém, a Prefeitura de São Luís, a qual disputará daqui a 20 meses. São vários os nomes da base que tentam viabilizar candidaturas, mas, pelo menos até aqui, todos sinais indicam que o governador Carlos Brandão simpatiza fortemente com o projeto de candidatura do presidente da Câmara Municipal de São Luís. 

Nos bastidores já há que afirme que o martelo estaria batido. O seu desempenho no comando da pasta da Cultura vai determinar o futuro do seu projeto de chegar à Prefeitura de São Luís em 2024. Na avaliação de muitos, ele pode ser o adversário mais forte do prefeito Eduardo Braide.

A continuação de Karem Barros no comando do Viva/Procon é uma manifestação de reconhecimento do seu trabalho. Mas é também, e sobretudo, uma estratégia de manter o poder de fogo político e eleitoral do deputado federal Duarte Jr.. O parlamentar não esconde sua determinação de candidatar-se à sucessão do prefeito Eduardo Braide, de quem foi o grande adversário em 2020, num animado confronto de dois turnos. 

Duarte Jr. tem dito a interlocutores que sua candidatura é “irreversível”, ou seja, ele se prepara para ser candidato independentemente de qual venha ser o posicionamento do grupo. Lembra que em 2020 o então vice-governador Carlos Brandão foi o grande padrinho da sua candidatura.

Na montagem desse tabuleiro, está evidente que o vereador Paulo Victor sai com uma vantagem enorme, que começa com o fato de que ele terá nos próximos 16 meses, ele terá duas festas juninas, um Natal e um Carnaval para organizar em São Luís. E a julgar pelo que se viu em junho de 2022 e em fevereiro de 2023, associado ao entusiasmo do governador Carlos Brandão, dá para imaginar o que vem por aí sob o seu comando na área cultural, e o alcance desses eventos na política do Governo no campo do turismo.

Ao voltar ao comando da Secretaria de Estado da Cultura, o vereador Paulo Victor sabe lhe foi entregue também o desafio de se viabilizar para enfrentar o prefeito Eduardo Braide nas urnas em 2024. O mesmo acontece em relação ao deputado Duarte Jr. com a continuação da advogada Karem Barros à frente do Viva/Procon.

A diferença é que Paulo Victor vai jogar no seu próprio território.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2023

A força de Paulo Victor para as eleições de 2024


Não é segredo para ninguém que o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Victor (PCdoB), deseja disputar as eleições de 2024, mas dessa vez almejando a Prefeitura de São Luís.

Paulo Victor não é o único do seu grupo político que quer enfrentar o atual prefeito da capital, Eduardo Braide (PSD), nas eleições municipais, mas o presidente da Câmara de São Luís, mesmo agora, já possui algumas vantagens diante dos outros colegas de grupo.

Para muitos, Paulo Victor será o candidato defendido em 2024 pelo governador Carlos Brandão (PSB), afinal o governador trabalhou pela sua eleição na Câmara de Vereadores e lhe convidou para integrar sua equipe no Governo do Maranhão, para a Secretaria de Cultura, depois coordenou a campanha de Brandão e, muito provavelmente, deve retornar a equipe do governador em fevereiro, justamente para fortalecer sua ideia de disputar a Prefeitura de São Luís.

Além disso, enquanto muitos não possuem a certeza de ter um partido para 2024, Paulo Victor segue com o prestígio em alta com o PCdoB, que passou a ser uma Federação, juntamente com o PT e o PV de Adriano Sarney, este ainda tem se mantido distante pois aguarda uma reunião com o governador Carlos Brandão que definirá qual a participação dos verdes em seu governo.

Nesta semana, Paulo Victor recebeu a visita das duas principais lideranças do PCdoB no Maranhão, o presidente do partido no Estado, deputado federal Márcio Jerry, e do presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto.

E assim Paulo Victor segue se fortalecendo dentro do seu grupo político para 2024 e com a certeza que terá o PCdoB, PT e PV ao seu lado.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2023

Flávio Dino e Márcio Jerry avançam sobre posições dos Sarney no Maranhão


O ministro da Justiça Flávio Dino (PSB) e seu lugar-tenente no Maranhão, deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), estariam por trás da articulação que pode levar o ex-prefeito Edivaldo Júnior ao Partido Verde.

Dino e Jerry trabalhariam para ter Edivaldo na Federação Partidária composta por PV, PCdoB e PT, garantindo nomes para a montagem de uma chapa principal nas eleições de 2024.

Após vir à tona as articulações de Edivaldo e PV, o ainda deputado estadual e presidente da legenda, Adriano Sarney, disse que “informação não procede”.

Mas é justamente a perda de espaços de poder do grupo Sarney que tem levado Flávio Dino e Márcio Jerry a avançarem em espaços antes controlados pela família do ex-presidente.

No comando do Ministério da Justiça, Flávio Dino tem poder no governo Lula não apenas para indicar cargos federais no Maranhão, mas também tem força política para controlar os partidos de centro-esquerda, o que sempre sonhou, incluindo o PV de Adriano.

E ganha força pelo aparente desinteresse da deputada federal eleita Roseana Sarney (MDB) pelas questões políticas e pela perca de mandato de Adriano Sarney para a Assembleia Legislativa.

Nesta quinta-feira, 19, o governador Carlos Brandão (PSB), aliado de Flávio Dino, reuniu líderes do PSB, do PCdoB e do PT – sem a presença do PV, que também compõe a federação partidária – para discutir exatamente a distribuição de cargos federais no Maranhão.

A reunião teve reação do deputado federal reeleito Aluisio Mendes (PRB), antigo aliado dos Sarney, que afirma não ter nada certo sobre os cargos do Governo Federal no estado.

Mas como se vê, a movimentação do grupo de Flávio Dino reforça o antigo ditado “Rei morto, rei posto”.

Por Marco D`eça

quinta-feira, 5 de janeiro de 2023

De olho em 2024, Paulo Victor assume Câmara com desafio de superar Duarte Júnior e domar Chaguinhas


Há cerca de um ano, a ambição do vereador de primeiro mandato Paulo Victor (PCdoB) era se eleger presidente da Câmara de São Luís. Desde o último domingo (1º), ele passou a comandar pelo próximo biênio o mais alto orçamento de Poder Legislativo municipal no Maranhão, e agora tenta despontar como principal nome do Palácio dos Leões para a corrida eleitoral de 2024 à prefeitura de São Luís.

Antes de enfrentar o atua gestor da capital, Eduardo Braide (PSD), porém, precisará primeiro triunfar em disputa interna contra o deputado federal Duarte Júnior (PSB-MA), que tem trabalho positivo no Procon (Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor) do Maranhão e já provou e comprovou ser uma máquina eleitoral de votos em São Luís. Também terá de controlar o temperamento explosivo do 1º vice-presidente da Câmara, vereador Francisco Chaguinhas (Podemos).

Mais próximo do governador Carlos Brandão (PSB) e do irmão do mandatário, o empresário Marcus Brandão, do que Duarte Júnior, PV, como é conhecido o parlamentar municipal, já tem plano traçado para empenhar-se em superar o adversário íntimo: durante os próximos dois meses, o foco seria organizar de forma relâmpago a administração institucional da Câmara de São Luís para, entre fevereiro e março, passar a ocupar uma pasta turbinada que toca programas relevantes e entrega obras sociais e investimentos em infraestrutura diretamente à população ludovicense.

Na mira, estão a Segov (Secretaria de Estado de Governo), que integra o primeiro escalão da gestão estadual, e a Agem (Agência Executiva Metropolitana), atualmente sob o guarda-chuva da Secretaria de Cidades e Desenvolvimento Urbano.

Com o eventual retorno ao governo Brandão, calculam aliados, Paulo Victor teria vitrines para o embate e se consolidaria como gestor popular, fatores considerados essenciais para a disputa.

Ao se licenciar do comando da Câmara de São Luís, porém, o chefe do Legislativo ludovicense deixaria como interino e dominador de R$ 135 milhões de orçamento Francisco Chaguinhas. O parlamentar, que já está no quarto mandato e tem histórico de fazer jogo duplo, sempre que contrariado, principalmente em questões envolvendo asfalto, tem o costume de usar as redes sociais e a tribuna da Casa para desabafar contra aliados.

Nos últimos dois anos, o próprio Paulo Victor já foi alvo de diversos ataques do hoje 1º vice-presidente da Câmara, comumente também envolvendo a vereadora Fátima Araújo (PCdoB).

“Antes do poder você é uma coisa, mas quando chega o poder você é outra totalmente diferente”, alfinetou Chaguinhas em abril do ano passado, ao expor contendas de bastidor sobre a liderança e grupo formado pelo agora chefe do Legislativo municipal.

A nova cúpula da Câmara de São Luís é formada ainda pelos vereadores Ribeiro Neto (Patriota), como 2º vice-presidente; Edson Gaguinho (União Brasil), como 3º vice-presidente; Aldir Júnior (PL), como 1º secretário; Beto Castro (Avante), como 2º secretário; Fátima Araújo (PCdoB), como 3º secretária; Andrey Monteiro (Republicanos), como 4º secretário; e Antônio Garcez (sem partido), como 5º secretário.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2022

Josimar de Maranhãozinho quer ingressar o filho na carreira política


O deputado federal Josimar Maranhãozinho, presidente estadual do PL, tem um novo desafio político para as eleições vindouras: eleger o seu filho, Josimar Júnior, prefeito da cidade de Zé Doca, onde a sua irmã, Josinha Cunha é a atual gestora reeleita.

Júnior, hoje tem 19 anos, mas nas eleições municipais, terá 21 anos, portanto, pelas regras eleitorais ganha idade mínima para elegibilidade de disputa do cargo executivo.

No início da semana, o parlamentar começou a estratégia de tentar popularizar o garoto na cidade e publicou uma foto dele e do filho visitando obras da prefeitura.

“Hoje em Zé Doca, acompanhado do meu filho Josimar Jr estivemos visitando as obras do município.” Escreveu o deputado.

– Família cheia de políticos

Na família de Josimar Júnior, além do pai deputado federal e da tia prefeita de Zé Doca, possuem mandato eletivo também a prima, Fabiana Vilar – deputada estadual, o primo, Aldir Júnior – vereador por São Luís e a outra tia, Deusinha – prefeita do município de Maranhãozinho.

Ah, antes que esqueça, a mãe também é deputada estadual e em janeiro assume o mandato de quatro anos na Câmara Federal.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2022

Obstáculos de Braide em 2023: Paulo Victor na Câmara, Duarte no Congresso e Yglésio na Assembleia


A gestão tímida do prefeito Eduardo Braide (PSD) em São Luís promete ser bastante fiscalizada no ano que começa na próxima semana. O gestor da capital está cercado de adversários em todos os níveis de poderes legislativo: municipal, estadual e federal, e possui nada menos que três “calos” nos seus pés.

Na Câmara de Vereadores de São Luís o presidente da Casa é o vereador Paulo Victor (PCdoB), pré-candidato a prefeito visando 2024 e que não dará sossego a Braide. A atuação do parlamentar já fez ser demitida toda a cúpula da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social – SEMCAS, por suspeita de desvio de recursos públicos. E para 2023, a tendência é Paulo intensificar as denúncias contra a Palácio de La Ravardière.

No Congresso Nacional, o principal adversário de Braide é o deputado federal Duarte Júnior, do PSB. Outro adversário ferrenho do prefeito. O socialista desde que saiu dos segundo turno [em 2020] com 216 mil votos, tem feito oposição contra a gestão municipal, e da tribunal da Câmara Federal, promete acentuar ainda mais as denúncias em desfavor dos desmandos do prefeito Eduardo.

E para completar, na Assembleia Legislativa do Maranhão, ainda tem o deputado Yglésio Moyses, que já anunciou que irá pedir desfiliação do PSB para ingressar em outro partido e disputar a prefeitura de São Luís. Com fama de “brigão”, este ano o deputado usou em diversas ocasiões a tribuna da Casa para criticar severamente o “jeito” Eduardo Braide de administrar. Também na condição de pré-candidato, Yglêsio é outro que não dará descanso ao prefeito em 2023.

Por sua vez, Braide continua como sempre esteve desde o primeiro dia que chegou ao comando da prefeitura de São Luís: isolado!

Por Domingos Costa

quarta-feira, 23 de novembro de 2022

Neto Evangelista visita Brandão e sinaliza disputar Prefeitura de SLZ em 2024


O deputado estadual Neto Evangelista (União Brasil), já deixou claro ao governador Carlos Brandão (PSB), que deseja voltar a ser seu aliado. Em recente visita ao Palácio dos Leões, o parlamentar comunicou a sua intenção de ser da base governista, assim como votar no candidato do governo para presidente da Assembleia Legislativa e ainda informou que deseja concorrer à Prefeitura de São Luís em 2024.

Neto Evangelista historicamente era aliado de Brandão, tanto que ele foi o nome indicado pelo então presidente do PSDB do Maranhão em 2012 para ser candidato a vice-prefeito de São Luís na chapa de João Castelo (falecido).

Em 2016, Brandão ainda no PSDB, preferiu Eliziane Gama (PPS) em detrimento de Neto e aí começou o distanciamento por parte do parlamentar, que acabou se aproximando de Weverton Rocha (PDT).

Em 2020 com apoio do PDT e de Weverton Rocha, Neto Evangelista concorreu à Prefeitura de São Luís com a maior estrutura e acabou sendo derrotado por Braide e Duarte, tanto que ficou fora do segundo turno ao terminar em terceiro.

Naquela oportunidade, Evangelista querendo dar o troco no Palácio dos Leões pela suposta falta de apoio na disputa municipal, apoiou Braide no segundo turno.

Porém na disputa de 2022, Neto Evangelista aponta ter sido alvo de sabotagem por parte do PDT, que lhe deixou fora do partido, impedindo uma candidatura sua a deputado federal ou até mesmo uma reeleição mais tranquila para deputado estadual.

Filiado ao União Brasil, ele foi para o “tudo ou nada” para disputa de deputado estadual e quase ficou pelo caminho por conta da expressiva votação de Fernando Braide (PSC), em São Luís. Na capital maranhense, o irmão do prefeito obteve mais de 30 mil votos, já Evangelista teve pouco mais de 25 mil.

Diante dessa situação, Neto Evangelista rompeu com o prefeito Eduardo Braide, adotando um tom mais crítico e já deixando indícios que deseja concorrer ao cargo em 2024.

Acontece, que Neto Evangelista está numa situação delicada, pois ele corre sério risco de cassação de mandato por conta do não cumprimento da cota feminina entre os candidatos a deputado estadual pelo União Brasil.

Sabedor dessa situação, Neto deseja se posicionar no cenário político para valorizar seu passe e ficar “vivo” para qualquer que seja o desenrolar do processo eleitoral que busca cassar o seu mandato.

Por Diego Emir

terça-feira, 22 de novembro de 2022

Braide se filia ao PSD de Edilazio Jr


Depois que deixou o Podemos, em março deste ano, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide, apesar de alguns convites, seguiu sem partido, mas isso mudou nesta terça-feira (22).

Em Brasília, ao lado do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, e do presidente do partido no Maranhão, deputado federal Edilázio Júnior, o prefeito da capital se filiou oficial ao PSD.

“Acabo de me filiar, em Brasília, ao Partido Social Democrático (PSD). Agradeço a confiança do presidente nacional do partido, Gilberto Kassab e o apoio dos deputados federais, Edilázio Júnior e JP. É São Luís cada vez mais forte!”, comemorou Braide.

Só vale lembrar que o PSD é o partido do ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior, que inclusive disputou a eleição para o Governo do Maranhão pela legenda.

Sendo assim, ou Edivaldo não disputará a Prefeitura de São Luís em 2024, apoiando a reeleição de Eduardo Braide, ou Edivaldo buscará uma nova lenda, caso queira voltar a comandar a capital maranhense.