Mostrando postagens com marcador Weverton. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Weverton. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

Lula admite candidato de Dino, mas não abre mão do palanque de Weverton


Fontes revelam com exclusividade, em linhas gerais, aspectos da conversa entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o governador Flávio Dino (PSB), na noite da última segunda-feira, 24, em São Paulo.

De acordo com interlocutores dos presentes à reunião – além de Lula e Dino também estavam no encontro a ex-presidente Dilma Rousseff e a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann – o desejo de Lula para o Maranhão é um palanque duplo de Flávio Dino, com dois candidatos a governador.

– Mesmo com o Carlos Brandão trocando o PSDB pelo PSB fica difícil abrir mão de um companheiro como Weverton, que sempre esteve ao nosso lado – disse Lula a Dino, segundo interlocutores ouvidos por este blog.

O reconhecimento do ex-presidente se dá pela presença do senador maranhense em todas as suas campanhas e em todos os seus bons e maus momentos políticos.

É preciso lembrar que os mesmos interlocutores nacionais do PT que agora adiantam sobre a conversa de Lula com Dino também adiantaram ao blog Marco Aurélio D’Eça o “não!” do ex-presidente a uma aliança com o PSDB, revelado ainda em julho, também com exclusividade, no post “A conversa de Flávio Dino e Lula; ‘PSDB Não!’, disse o ex-presidente” e confirmada pelo próprio Lula, na semana passada.

A solução apresentada por Lula e referendada por Gleisi e Dilma é que Flávio Dino libere a candidatura de Weverton, mesmo formando palanque com Brandão; o governador garantiria dois palanques ao Senado, o que também ocorreria com a candidatura presidencial do petista.

Essa proposta também já havia sido antecipada por este blog, no último dia 20, no post “Lula e o PT sugerem a Dino ter dois candidatos a governador”.

Diante desta posição política do ex-presidente, foi aconselhado ao governador maranhense que a reunião da próxima segunda-feira, dia 31, seja adiada para março.

Com informações do Blog do Marco D'eça

sábado, 22 de janeiro de 2022

Em encontro com Weverton e Erlanio, Osmar Filho debate os rumos do Maranhão


O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), recebeu a visita, nesta quarta-feira (19), dos companheiros de partido, senador Weverton Rocha e Erlanio Xavier, prefeito de Igarapé Grande e presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem). O objetivo do encontro foi discutirem a melhor maneira de contribuir com o desenvolvimento do estado.

“Temos discutido com frequência sobre o nosso estado e como contribuirmos na construção de um Maranhão mais desenvolvido e feliz”, disse o vereador. “Nada mais natural que nós, como integrantes de um partido historicamente focado no bem-estar social e municipalista por essência, nos preocupemos com os rumos do nosso estado”, complementou Osmar.

Na oportunidade, o vereador também conversou com Weverton e Erlanio – respectivamente, presidente e vice-presidente do PDT no Maranhão – sobre a convenção nacional do partido e a atual conjuntura política do estado, além das eleições deste ano.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Lula confirma apoio a Weverton, diz Veja


A Revista Veja confirmou o apoio de Lula (PT) à pré-candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) ao governo do estado. Na entrevista que deu na quarta a blogs independentes, o petista indicou que bancará a escolha do PT de apoiar o deputado Marcelo Freixo (PSB) como candidato ao governo do Rio.

Lula disse ainda que o apoio dado ao aliado do PSB no Rio não se repetirá, por exemplo, no Maranhão, onde o governador Flávio Dino (PSB) deve apoiar seu atual vice, Carlos Brandão (PSDB), ao posto de sucessor. O nome do PT na disputa será então o do senador Weverton Rocha.

“Nós defendemos a candidatura do Freixo no Rio de Janeiro. Nós defendemos a candidatura do Flávio Dino. Agora, o companheiro Flávio Dino tem um candidato dele, que é o seu vice, que é do PSDB. Ele sabe que é difícil a gente apoiar o PSDB. Nós temos a candidatura do Weverton. Então, eles vão ter que se acertar para facilitar a nossa vida”, disse Lula.

Com informações do Blog Marrapá

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Flávio Dino deve ter apoio de Brandão e Weverton


O governador Flávio Dino (PSB) deve ter apoio da maioria absoluta dos partidos que compõem atualmente a base do Palácio dos Leões na disputa pela vaga de Roberto Rocha (PSDB) no Senado Federal.

Se por um lado é natural ter o voto recíproco de sua ‘opção pessoal’, o vice-governador Carlos Brandão na disputa deste ano, Dino também contará com o apoio do senador Weverton Rocha (PDT) na disputa de senador, independente de qual candidato escolher para a sucessão no Palácio dos Leões.

“Já disse em alto e bom som: mesmo Flávio não estando conosco, eu tenho toda a predisposição de estar com ele. Primeiro, porque ele não é candidato a Governador, repito é candidato a Senador e um político da qualidade dele, do tamanho dele, sem dúvida nenhuma importantíssimo para ajudar nos debates na política nacional”, afirmou o senador do PDT à jornalista Carla Lima.

No entorno de Weverton, a maioria dos partidos também deseja ter Dino como senador.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Lula despacha Brandão e manda Flávio Dino se acertar com Weverton…


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) descartou nesta quarta-feira, 19, em vídeo divulgado nas redes sociais e blogs, o apoio do PT ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Lula cita alianças do PT no Rio de Janeiro, com Marcelo Freixo (PSB), e no Maranhão, com Flávio Dino (PSB), mas deixa claro:


– Agora, o Flávio Dino tem um candidato, o vice-governador, que é do PSDB. Fica difícil pra gente apoiar o PSDB. E temos lá o Weverton; e eles vão ter que se acertar – disse o ex-presidente.

Essa declaração de Lula já tinha sido dada ao próprio Flávio Dino, ainda no ano passado.

Tanto que Dino passou a cogitar a transferência de Brandão para o PSB.

O problema é que o próprio Brandão resiste a deixar o ninho tucano.

E se deixar, perderá tanto o PSDB quanto o Cidadania.

A fala de Lula é, portanto, mais um.comicador para a cambaleante candidatura do vice de Flávio Dino.

Com informações do Blog do Marco D'eça

quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Weverton prega união em prol do Maranhão


“Quero deixar claro que sou oposição ao Governo Bolsonaro, mas neste momento, o importante não é a política e sim a união em prol do Maranhão”, defendeu o senador Weverton (PDT) em entrevista na manhã desta quinta-feira (13) ao programa Bom Dia Maranhão. O senador lembrou que o estado vive um momento muito difícil com inundações, surto de gripe e nova onda da Covid e que as disputas políticas, neste momento, devem ficar em segundo plano.

“O Maranhão vive um momento delicado com enchentes em vários municípios e aumento nos casos de Gripe e Covid 19. Foi com esse espirito que visitei o Ministro da Saúde Marcelo Queiroga”, disse Weverton que destacou ainda que está visitando outros Ministérios em busca de apoio para o Maranhão.

“Irei na Defesa Civil pedir que o Maranhão seja incluído na ajuda que serão enviadas aos estados atingidos pelas chuvas”, disse.

Weverton frisou mais uma vez a falta de medicamentos básicos que alguns municípios já estão sofrendo.

“Em muitos lugares já faltam medicamentos básicos para os cuidados com a Gripe e Covid, por isso precisamos buscar apoio em todos os campos”, destacou Weverton.

O senador também ressaltou o importante papel do Governo do Estado e dos prefeitos, que estão trabalhando incansavelmente para dar assistência a população. Falou do trabalho da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) que tem sido fundamental no socorro aos municípios atingidos pelas enchentes.

“Estamos numa grande corrente em prol das famílias desabrigadas em todos o Estado pelas enchentes. Já são mais de 300 famílias e a solidariedade de todos e união de forças é fundamental. Temos que nos desarmar e nos unir, pois o importante é socorrer as pessoas”, disse Weverton que agradeceu a todos que atenderam ao chamado e estão colaborando com donativos para as famílias desabrigadas.

terça-feira, 11 de janeiro de 2022

Braide é assediado por aliados de Brandão


O ex-governador José Reinaldo Tavares é o ex-ptefeito de Ribamar, Luiz Fernando Silva, são os dois principais agentes do vice-governador Carlos Brandão (PSDB) em uma missão de guerra: cooptar para sua campanha o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos).

Tavares e Silva buscam, principalmente, o pai do prefeito, ex-deputado Carlos Braide, que já estaria com Brandão.

O irmão do prefeito e homem forte da prefeitura, Fernando Braide, também é outro alvo da dupla, sobretudo pelo fato de que irá disputar vaga na Assembleia Legislativa.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça, nas últimas semanas de 2021 Zé Reinaldo e Luiz Fernando tiveram ao menos dois encontros com Braide, o pai. Na época, especulava-se que o prefeito iria declarar apoio ao senador Weverton Rocha (PDT).

Tanto Tavares quanto Luiz Fernando contabilizam nas próprias contas o fato de Braide não ter oficializado este suposto apoio.

Para convencer o prefeito a, no mínimo, um papel de neutralidade nas eleições de 2022, Brandão oferece espaços no governo e uma série de obras e serviços na capital maranhense.

Em suas conversas, Braide reconhece o apoio recebido nas eleições de 2020, mas não cita nomes.

À época, o apoio de Weverton e seu grupo foi decisivo para a vitória do prefeito em segundo turno.

Com informações do Blog do Marco D'eça

segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

Com Weverton e Eliziane, Maranhão passou a saber de fato o que é ter senadores


O senador Roberto Rocha (PSDB) já está no seu último ano de mandato e não mostrou mesmo a que veio na Câmara alta. Rocha foi eleito senador pelo Maranhão nas eleições de 2014, pelo PSB, na chapa do governador Flávio Dino, prometendo que os maranhenses iriam saber para que serve um senador. Uma promessa que não se cumpriu. Uma produção abaixo da crítica e se perguntar a qualquer maranhense sobre alguma ação do ainda tucano, ninguém saberá responder.

Ao contrário dele, os senadores Weverton (PDT) e Eliziane (Cidadania), eleitos em 2018, fizeram com que o Maranhão finalmente soubesse que existe representantes no senado.

Em menos de 3 anos, Weverton já fez quase 100 propostas de Emenda à Constituição (PEC), quase 300 requerimentos e quase 60 projetos de lei (PL), além de outras proposições. Graças à aprovação do seu projeto, hoje milhares de famílias não podem mais ter sua energia elétrica cortadas às sextas-feiras e em vésperas de feriado.

Além disso, já destinou inúmeras emendas parlamentares para os municípios maranhenses, em destaque para a Saúde, garantiu unidades do Hospital do Amor, destinou equipamentos para os conselhos tutelares de dezenas de cidades do Maranhão possam dar assistência às crianças e adolescentes e acompanha in loco os problemas do estado, como no caso das enchentes em Imperatriz mais recentemente.

A atuação política de Weverton também é destaque. Ele foi líder da bancada do PDT no Senado e participa de inúmeras comissões, incluindo, a mais importante: de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Já a senadora Eliziane propôs 101 PEC’s, 31 projetos de lei, mais de 330 requerimentos, além de outras proposições.

Ela participa de inúmeras comissões, entre elas, a de Constituição, Justiça e Cidadania, Frente Parlamentar da Covid-19 e a CPMI das FakeNews.

A atuação de Elizane na CPI da Covid deu a ela grande destaque nacional, mudando os rumos daquela comissão.

Com informações do Blog do Clodoaldo Corrêa


quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

Weverton testa positivo para Covid em viagem a Imperatriz


O senador Weverton Rocha (PDT) e pré-candidato ao governo do Maranhão testou positivo para a Covid-19.

Weverton estava em visita a Imperatriz onde visitou ao lado do prefeito Assis Ramos, famílias atingidas pela enchente e que estão abrigadas em ginásio.

“Fiz hoje exame de rotina para Covid-19, que repito a cada 10 dias. Para minha surpresa, deu positivo. Estava em Imperatriz, onde visitei famílias atingidas por enchente, sempre de máscara”, afirmou.

Weverton disse ter suspendido a sua agenda para cumprir isolamento domiciliar em Brasília.

“De imediato, suspendi agenda e voltei a Brasília para ficar em isolamento. Tomei as duas doses da vacina. Estou sem sintomas e me sentindo bem.”, disse.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Osmar Filho faz balanço das atividades da CMSL e defende união do grupo governista em torno de Weverton


O vereador Osmar Filho (PDT) concedeu, nesta quarta-feira (05), entrevista ao Quadro Bastidores, da TV Mirante, afiliada da Rede Globo.

O presidente da Câmara Municipal de São Luís fez um balanço positivo das ações da Casa em 2021, além de tratar de temas importantes, como Plano Diretor; CPI do Transporte Público; eleição para Mesa Diretora; e sucessão do governador Flávio Dino (PSB).

De acordo com o pedetista, que está no seu segundo mandato como presidente e é pré-candidato a deputado estadual, os vereadores, apesar do cenário de pandemia, que fez com que a Casa continuasse funcionando em formato híbrido, contribuíram muito com a cidade e sua população apreciando cerca de 2.400 importantes proposições – entre projetos de lei, requerimentos e indicação – o que, em média, corresponde a 200 propostas/mês.

“Todos os vereadores, sem exceção, deram importante contribuição a São Luís”, disse destacando as ações de modernização da quarta Casa Legislativa mais antiga do Brasil.

Sobre o Plano Diretor de São Luís, Osmar relembrou que, quando a proposta chegou ao Legislativo, em 2019, promoveu oito audiências públicas inéditas – quatro na zona urbana e quatro na zona rural – para que a sociedade pudesse opinar sobre a proposta.

Lembrou que o Plano foi devolvido ao Executivo para que fossem feitas adequações.

A pandemia da Covid, decretada no início de 2020, prejudicou o andamento da tramitação da proposta, que ainda está na Prefeitura.

Segundo Osmar Filho, prioritariamente no primeiro semestre deste ano o Plano será apreciado e votado no plenário Simão Estácio da Silveira.

Sobre a eleição da Mesa Diretora, biênio 2023/24, o presidente confirmou que a mesma se dará em abril e que todos os parlamentares têm legitimidade para pleitear o comando da Câmara.

O presidente classificou como de extrema relevância a Comissão Parlamentar de Inquérito instalada para tratar de questões relacionadas ao transporte público na capital.

“São cerca de 700 mil usuários do transporte, que enfrentam diversas problemáticas. A CPI, que tem total autonomia e é composta por vereadores compromissados, foi instalada com o objetivo de contribuir para que o setor avance e que o usuário seja beneficiado com um serviço de qualidade”.

Osmar Filho disse que acredita na união do grupo político do qual faz parte em relação à sucessão do governador Flávio Dino.

Na sua avaliação, o senador Weverton Rocha, pré-candidato do PDT, reúne todos os requisitos e qualidades para ser o elo de união acerca do projeto.

“Acredito, sim, na união do grupo. O próprio governador, em entrevista recente, disse que expôs preferência pessoal em relação ao vice-governador. Porém, afirmou que irá respeitar a escolha da maioria do colegiado. O senador Weverton reúne o maior grupo político, formado por prefeitos, vereadores, deputados e outras lideranças. Possui maior quantidade de apoios partidários e é líder em todas as pesquisas de intenção de voto já divulgadas. Portanto, avalio que o Weverton é o melhor nome para representar o grupo na sucessão do governador Flávio”, finalizou.

Eliziane Gama pode assumir o comando do PSDB com a saída de Brandão


A senadora Eliziane Gama (Cidadania) é o principal nome na lista do PSDB nacional para assumir o comando do partido no estado, caso o vice-governador Carlos Brandão confirme sua saída da legenda.

Eliziane já havia sido cotada pelo tucanato nacional ainda no início de 2021 – quando Brandão ainda nem cogitava deixar o PRB.

A senadora é uma das mais importantes parlamentares da atual bancada de senadores brasileiros e é cobiçada por várias legendas.

Carlos Brandão passou a avaliar saída do PSDB após o governador Flávio Dino ser informado pelo ex-presidente Lula sobre a impossibilidade de o PT apoiar um tucano no Maranhão.

O vice-governador está estudando a transferência para o PSB, partido de Dino, que pode fazer federação partidária com o PT.

Mas tenta manter o controle do ninho tucano, o que é rechaçado pela cúpula nacional.

A possível entrada de Eliziane Gama, aliada do senador Weverton Rocha (PDT), dará novos rumos ao ninho no Maranhão.


Com informações do Blog do Marco D`eça

sábado, 25 de dezembro de 2021

Com apoio da Rede, Weverton soma sete partidos em seu palanque


O senador Weverton Rocha (PDT) recebeu nesta quinta-feira, 23, o apoio oficial da Rede Sustentabilidade à sua pré-candidatura o Governo do Estado.

Agora são sete os partidos que compõem sua coligação: PDT, DEM, PP, PSL, Cidadania, Republicanos e Rede,

"Entendemos que o senador Weverton Rocha consegue reunir as credenciais necessárias para levar adiante projetos exitosos que já estão em andamento e avançar naquilo que é necessário para trazer mais desenvolvimento econômico e justiça social para os maranhenses, com uma visão alinhada aos preceitos ideológicos defendidos pela Rede Sustentabilidade. Estamos prontos para contribuir com o projeto ‘Maranhão Mais Feliz’, que temos certeza será vitorioso", disse a Executiva Estadual do partido.

Em 2020, a Rede teve como candidato a prefeito de São Luís o jornalista Jeisael Marx.

Weverton fecha 2021 como o candidato com o maior círculo de apoios dentre todos os nomes na disputa pelo Governo do Estado.

Marco D'eça

sábado, 18 de dezembro de 2021

Vereador Umbelino Júnior se filia ao PDT


O vereador Umbelino Junior é o novo integrante do Partido Democrático Trabalhista (PDT). O ato de filiação foi realizado na tarde desta quinta-feira (16), durante a confraternização do partido, realizado na Associação dos Magistrados do Maranhão.

Umbelino foi anunciado por Weverton Rocha como novo membro do PDT. A decisão foi tomada após o parlamentar e a legenda decidirem seguir juntos em busca de avanços para o Maranhão. No próximo ano, Umbelino Junior irá disputar uma vaga para deputado federal pela nova sigla.

“Meus amigos, é com muito orgulho e seguindo as decisões que Deus determina que venho anunciar minha filiação ao PDT. Neste momento delicado que o nosso país enfrenta, acredito que é essencial a união para vencermos essa crise, com a esperança de vivermos dias melhores. Temos objetivos bem definidos, o PDT vem com um time preparado e irei me esforçar ao máximo para poder trabalhar por todo meu Maranhão”, declarou Umbelino.

Durante o evento, o senador Weverton Rocha (PDT – MA), pré-candidato ao Governo do Estado, deu boas vindas ao novo membro do partido e destacou a força política de Umbelino Junior na capital e no interior do Maranhão.

“Umbelino, seja bem vindo, você não está vindo apenas para um partido político, você está vindo para uma grande família, esse partido que tem uma história de lealdade, uma história de luta e você tenha certeza que essas bandeiras que nós temos, elas estão sendo entregues a você, porque tenho certeza que no parlamento você vai continuar fazendo esse grande trabalho”, destacou Weverton.

Reconhecido por ser um parlamentar atuante, Umbelino Junior está no terceiro mandato como vereador da capital maranhense e atua para defender comunidades da capital e da zona rural de São Luís. Como vereador, atua de forma independente e presidente atualmente a Comissão de Saúde e Meio Ambiente.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2021

Weverton propõe isenção do ICMS na cesta básica


O senador Weverton Rocha (PDT) propôs a isenção do ICMS nos produtos da cesta básica como uma forma de garantir que a população menos favorecida economicamente tenha acesso a uma alimentação de melhor qualidade.

O parlamentar apontou essa medida ao destacar que o consumo da carne no Brasil é o menor em 16 anos, tendo em vista o aumento do preço do produto e a diminuição do poder de compra da população.

“A redução drástica no consumo de carne reflete o empobrecimento das pessoas e representa menos saúde e menos qualidade de vida. Para fazer frente a esse momento de crise, proponho a isenção do ICMS sobre os produtos da cesta básica dos maranhenses”, disse o parlamentar.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2021

Um dia após ser “convocado” para vice de Brandão, Othelino reafirma apoio a Weverton


O presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, em entrevista à TV Mirante nessa quarta-feira (8), tentou criar um fato ao insinuar que o deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) poderia compor a chapa ao lado de Carlos Brandão (PSDB) para as eleições de 2022.

O presidente da assembleia legislativa tratou logo de recusar essa “convocação” e, de forma clara, reafirmou o seu apoio à pré-candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) ao governo do estado.

Pelas redes sociais, Othelino compartilhou uma foto ao lado de Weverton, mostrando-se fiel ao projeto do pedetista. “Estamos juntos nesse projeto por dias melhores e em prol da qualidade de vida dos maranhenses”, disse o parlamentar.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

Pesquisa: Roseana segue na liderança para o Governo no Maranhão


O Instituto Escutec traz mais uma pesquisa de intenção de votos para governador, senador e presidente da República no Maranhão. No cenário principal que incluiu todos os pré-candidatos, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) lidera. Nos demais cenários sem a emedebista, o senador Weverton Rocha (PDT) aparece em primeiro.


Foram entrevistados 2 mil eleitores nos dias 23 a 27 de dezembro. O intervalo de confiança da pesquisa é de 90% e a margem de erros é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Diversos cenários foram realizados pelo Escutec.

O primeiro dele incluiu ainda a ex-governadora Roseana Sarney. Neste, ela lidera com 27% sendo seguida por Weverton Rocha com 17% e Edivaldo Holanda Júnior (PSD) com 11%. O senador Roberto Rocha aparece com 10%, o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) com 7%, mesmo percentual do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL). O prefeito Lahesio Bonfim aparece com 5%, Felipe Camarão (PT) com 3% e Simplício Araújo (SD) com 2%.
Já no cenário com quatro candidatos, Weverton Rocha vem com 23%. Em segundo aparece Roberto Rocha com 16% seguido por Edivaldo Júnior com 13% e Carlos Brandão com 12%.



Já no cenário também com quatro candidatos, mas sem Roberto Rocha e com Josimar de Maranhãozinho, Weverton conseguiu 26% da opinião dos eleitores, Edivaldo Júnior aparece com 16%, Carlos Brandão com 13% e Josimar com 12%.


Num quarto cenário, Weverton Rocha mantém mesmo percentual dos cenários anteriores. Já Edivaldo Júnior vem com 17%, seguido de Brandão com 13% e mais distante aparece Felipe Camarão com 4%.

A disputa pelo Senado, o Instituto Escutec mostra que o governador Flávio Dino (PSB) lidera a disputa. Ele aparece com 41%. Em segundo, vem o senador Roberto Rocha com 26%, Edivaldo Júnior com 12% e Othelino Neto (PCdoB) com 4%. O pré-candidato ao Senado pelo PT, Paulo Romão, teve 1%.

Num segundo cenário com confronto direto entre Dino e Roberto Rocha, o socialista aumenta a vantagem e chega a 45%. O senador alcança 29%.

No confronto direto de Dino com Roberto Rocha, o socialista aumenta vantagem.

terça-feira, 30 de novembro de 2021

Flávio Dino frustra Brandão e adia para 2022 decisão sobre candidato


O governador Flávio Dino (PSB) praticamente jogou uma pá-de-cal na candidatura do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), ao adiar para janeiro a decisão sobre o candidato da base.

As lideranças da base governista entenderam que Brandão não reúne as condições para ser o candidato de consenso, o que frustrou o tucano e seus aliados, que já davam como certa sua indicação.

O blog Marco Aurélio D’Eça já havia indicado que o adiamento era o caminho mais provável na reunião de hoje

Segundo apurou o blog, o posicionamento inicial do secretário de Cidades Márcio Jerry (PCdoB), pregando o adiamento, influenciou a decisão do grupo.

Embora não atenda a nenhum dos critérios para ser escolhido candidato – pelo menos por enquanto – Carlos Brandão, seus familiares e seus aliados espalhavam desde sexta-feira, 26, vídeos em que davam como certa a sua escolha.

Pressionado pelos aliados do vice-governador, Flávio Dino ainda tentou convencer lideranças já alinhadas à candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) a declarar apoio ao tucano, mas recebeu não de todos eles.

Durante a reunião, os aliados reforçaram a tese em favor de Weverton, mas aceitaram o adiamento, o que foi confirmado Por Dino.

Brandão e seus aliados deixaram a reunião frustrados.

Por Marco D'eça

quinta-feira, 25 de novembro de 2021

Aliados de Weverton resistem à pressão do Palácio dos Leões

Para tentar esvaziar a candidatura do próprio aliado Weverton Rocha, Flávio Dino chegou a oferecer a vice de Brandão a Othelino Neto


O governador Flávio Dino (PSB) já se decidiu por apoiar a candidatura do seu vice, Carlos Brandão (PSDB), ao Governo do Estado; mas não quer pagar o ônus de escolher alguém que não atenda aos critérios estabelecidos por ele próprio na carta-compromisso assinada em julho.

Por isso, o governador passou a agir pessoalmente na tentativa de cooptação de lideranças que apoiam o próprio aliado, senador Weverton Rocha (PDT).

Fez assim com a senadora Eliziane Gama (Cidadania) e com o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB).

Ao presidente da Assembleia ofereceu a vice de Brandão ou sua primeira suplência; a Eliziane, ofereceu espaços vários no governo. E ainda pediu que ajudassem a demover Weverton da ideia de ser candidato.

Dos dois, ouviu “não”.

Flávio Dino sabe que não terá como explicar aos líderes da base a opção por Brandão sem que o vice atenda a nenhum dos pré-requisitos para ser candidato: não lidera as pesquisas, não tem apoio de partidos e não agrega as lideranças da base.

De qualquer forma, o governador entendeu ser necessária uma ação de cooptação direta após o fracasso das tentativas da família Brandão.

Têm virado piada nas redes sociais, sobretudo, as tentativas de Marcos Brandão de pôr boné em quem não se sente à vontade em votar no seu irmão.

Por Marco D'eça

segunda-feira, 22 de novembro de 2021

Osmar Filho destaca atuação de uma política municipalista


O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), esteve neste fim de semana no município de Timon, para mais um encontro da caravana Maranhão Mais Feliz, promovido pelo PDT.

“O PDT tem como característica estar próximo da população e por isto aposta em um projeto municipalista”, disse o vereador, que é pré-candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa.

O objetivo do encontro itinerante é debater com lideranças políticas, regionais e moradores do município projetos para o estado, em áreas prioritárias como educação, saúde, segurança e infraestrutura.

<“Estamos aqui para debater propostas, colher sugestões e, principalmente, para ouvir a população sobre o que precisa e espera para os próximos anos”, falou Weverton durante o evento. Timon é a sexta cidade a receber os encontros regionais promovidos pelo PDT. O próximo município deve ser a capital maranhense.

quinta-feira, 18 de novembro de 2021

Haddad admite aliança PT/PDT no Maranhão


Possível candidato ao governo de São Paulo, Fernando Haddad (PT) disse nessa terça-feira, 16, em entrevista ao Uol, que reconhece a aliança entre o PT e o PDT no Maranhão na disputa do governo do estado no próximo ano.

O ex-prefeito disse que o partido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está articulando a composição de uma aliança com o PDT, do senador Weverton Rocha, pelo Palácio dos Leões em 2022.

“PT e PDT podem estar juntos em outros estados. No Maranhão, há negociações com o PDT. O senador Weverton é uma possibilidade de composição do setor progressista pela sucessão de Flávio Dino”, declarou, em entrevista ao UOL.

A declaração desmorona a pré-candidatura de fachada do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, que se filou recentemente ao PT e tem espalhado a falsa informação de que teria o aval do partido para a disputa.

Também fragiliza o governador Flávio Dino (PSB), que tem tratado diretamente com Lula sobre o apoio do PT ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB), seu sucesso natural e a quem pretende anunciar apoio durante reunião com lideranças partidárias, incluindo petistas, marcada para o fim do mês.

Fernando Haddad deu a declaração ao avaliar a possibilidade da composição de uma chapa entre esses dois partidos para a disputa do governo de São Paulo em 2022, dizendo também que espera contar com o apoio de Ciro Gomes para a concretização dessa aliança.