Mostrando postagens com marcador Covid-19. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Covid-19. Mostrar todas as postagens

sábado, 15 de janeiro de 2022

Recuperado da covid, Osmar Filho fala de retorno às atividades e importância da vacinação


Após cumprir isolamento domiciliar, o presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), está recuperado da Covid-19.

O parlamentar informou, na tarde desta sexta-feira (14), por meio de sua rede social que está liberado para retomar as suas atividades presenciais.

‘’Pessoal, boa tarde quero compartilhar com vocês uma excelente notícia, após repetir meu exame testei negativo para o Covid-19, estou totalmente assintomático e já fui liberado do isolamento pela equipe médica’’.
O pedetista teve sintomas leves e testou positivo para infecção pelo novo coronavírus no dia 07 de janeiro. No mesmo dia anunciou em suas redes o isolamento em casa, junto com sua esposa Clara Gomes.

Em seu depoimento, frisou a importância da vacinação neste processo de recuperação.

‘’Quero dizer de fato, que a vacina salva. Estou voltando à minha rotina e mais uma vez, quero agradecer a todo apoio que recebi. Grande abraço, e muito obrigado!’’, finalizou.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Um dia após escapar da Covid-19, Flávio Dino já aglomera


Um dia após anunciar que havia se curado da Covid-19, o governador Flávio Dino (PSB) já aproveitou a manhã desta sexta-feira, 14, para aglomerar.

O ato público aconteceu em Paço do Lumiar, durante a inauguração da maternidade do município, momento que reuniu muitos dos secretários dinistas, além dos servidores públicos da unidade de saúde.

É importante lembrar que foi justamente devido às aglomerações de fim de ano, nos jardins do Palácios dos Leões, que muitos auxiliares dinistas testaram positivo para a Covid-19. Tal fato ganhou repercussão nacional.

Com informações do Blog Marrapá

Roseana se diz preocupada com a vacinação e não faz nada


Roseana, quer um conselho, para com essa história de só ficar dizendo que estás preocupada com a vacinação contra a Covid e não fazer nada.

Tá pegando mal, Roseana.

Foi o ano todinho.

Desde fevereiro, menos de um mês depois de iniciada a campanha, já questionavas no twitter o porquê do Maranhão está tão atrasado na vacinação.

Olha aí, tem a data bem em cima, dia 13 de fevereiro. A campanha começou dia 18 de janeiro.

E, assim foram os meses de março, abril, maio…

Roseana, tá preocupada com os baixos índices de vacinação?

Procura o teu prefeito Eduardo Braide e mostra pra ele que São Luís é o nono município no ranking de vacinação no estado.

A regional de Saúde com o menor índice de Vacinação é a Metropolitana, composta por São Luís, Alcântara, Paço do Lumiar, Raposa e Ribamar, com 77,86%. A maior, com 83,12% é a de Açailândia, reunindo Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Cidelândia, Itinga do Maranhão, São Francisco do Brejão, São Pedro da Água Branca e Vila Nova dos Martírios.

A capital da vacina é o nono município dos 217 em cobertura vacinal.

Olha os números aí abaixo. Aproveita e acessa esse link e veja a cobertura vacinal de todos os 217 municípios do Maranhão.

E essa postagem do dia 8 de julho, que loucura foi essa?


“Enquanto isso o MA continua entre os três estados com os menores índices de vacinados. É urgente esclarecer se não distribui porque falta vacina ou se as vacinas não chegam aos municípios por outros motivos”, insinuou.

Se quando bota a cara na TV, não titubeia em nenhum momento quando mente. Imagina quando escreve ou alguém escreve por ela nas redes sociais?

O Ministério da Saúde envia as vacinas para o governo do Estado e este distribui para as regionais de saúde, e estas para os municípios de sua guarda.

Caso houvesse algum indício envolvendo o governo Flávio Dino no desvio ou retenção de vacina era fácil descobrir. Bastava acionar sua rede ‘amiga’ no covil bolsonarista, onde não falta é quem queira pegar de jeito o comunista.

Passou agosto, setembro, outubro, novembro, dezembro…terminou o ano, a cobertura vacinal continuou baixa e Roseana se dizendo preocupada. Dia 10 de janeiro, postou que “após mais de um ano do início da vacinação contra a Covid, quase metade da população do MA não recebeu a vacinação completa. É um dos três estados com a pior cobertura do BR”.

Que preocupação é essa Roseana, que tu passas um ano dizendo que estás preocupada e não faz nada?

Roseana – A preocupação de Twitter


Não esquece os quatro mandatos de governadora. Tu conheces muita gente nesse Maranhão, tem até quem te adore. Aciona o teu pessoal, Roseana. Converse com esse povo sobre a importância da vacina e depois peça que saiam conversando com quem conhecem e assim por diante…

O problema dos baixos índices, não é só no Maranhão e não é estrutural, é de convencimento.

Roseana, é conversar, não é mandar mensagem pelas redes sociais. Não se convence ninguém a tomar uma vacina ou um remédio com anúncios.

Convoca os empresários amigos que receberam isenção de impostos a conversarem com seus funcionários.

Acorda, Roseana, as Olimpíadas já passaram. Ou será que estás ocupando tuas noites com outros jogos?

Tu sabes quem é Bolsonaro?

Pensei que não, porque esse tempo todo se dizendo preocupada com a vacinação, você nenhuma vez alertou o seu público para as mentiras que esse sujeito espalha.

É preciso entender que a voz Bolsonaro é reproduzida pelo pastor da esquina, pela deputada Mical Damasceno, pelo vereador Chaguinhas e por quem tira o seu da reta, cruza os braços e fica cobrando do governador.

Nos Provérbios do Inferno, William Brake (Londres/1757-1827), já dizia: “Aquele que deseja e não age, engendra a peste”!

Com informações do Blog do Garrone

quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

Bolsonaro volta atacar Flávio Dino


O presidente Jair Bolsonaro (PL) usou exemplos de "chefes comunistas gordinhos" para atacar a forma física do governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB-MA). A declaração foi feita pelo presidente a apoiadores, nesta terça-feira (11), durante a sua chegada ao Palácio da Alvorada, em Brasília. A senhora [uma apoiadora, que estava no local] é do estado do Partido Comunista do Brasil. Você já reparou que os países comunistas, geralmente o chefe é gordo? (Risos) Coréia do Norte? Venezuela? São gordinhos, né? Maranhão? (Risos).

Nas redes sociais, o governador rebateu a fala do presidente e pediu para que ele fosse trabalhar para acabar com problemas mais graves, como "inflação, desemprego e o aumento dos combustíveis". 

1. 'Piada', além de sem graça, repetida. Compatível com a notória escassez de neurônios do indivíduo. 2. Ao bisonho e fracassado 'piadista', faço uma conclamação: VAI TRABALHAR. Os problemas federais são cada dia mais graves: inflação, desemprego, aumento dos combustíveis etc. Flávio Dino, em seu perfil no Twitter.


Dino, que, em junho, migrou do PCdoB para o PSB, está em seu segundo mandato como governador do estado e é considerado um dos principais opositores ao governo de Jair Bolsonaro, com voz atuante, principalmente no período de enfrentamento à pandemia de Covid-19.

Desde o início da crise sanitária, Bolsonaro tem atacado governadores e prefeitos, dizendo que as medidas de combate à pandemia prejudicaram a economia. O presidente também tenta se eximir de culpa distorcendo uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que julgou concorrente a competência de todos entes na questão sanitária. Bolsonaro mente ao dizer que o Supremo tirou seu poder de agir na pandemia.

terça-feira, 11 de janeiro de 2022

O Globo envergonha Flávio Dino nacionalmente


O “viradão do Covid”, promovido pelo governador Flávio Dino (PSB) no Réveillon do Palácio dos Leões, ganhou repercussão nacional. A coluna do jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, trouxe hoje que a festa promovida por Dino terminou com integrantes do primeiro e segundo escalão do governo infectados por Covid-19.

Além do próprio governador, que testou positivo para a doença logo após a festa de Réveillon, também foram contaminados os secretários Diego Galdino (Casa Civil), Francisco Gonçalves (Direitos Humanos e Participação Popular), Cricielle Muniz, secretária adjunta de Governo, e Maxwell Cunha Santos, secretário adjunto de Agricultura, Pecuária e Pesca.

sábado, 8 de janeiro de 2022

Osmar Filho testa positivo para a Covid-19


Definitivamente a variante Ômicron, assim como em todos os países do Mundo, chegou chegando no Brasil e aumentando absurdamente os dados de contaminação da Covid-19.

A mais nova vítima em São Luís foi o presidente da Câmara de Vereadores, Osmar Filho. O vereador do PDT, nas redes sociais, confirmou que testou positivo para a Covid-19.

Osmar Filho apresentou um teste, disse que sente sintomas leves e já está em isolamento cumprindo as recomendações médicas.


“Informo que, nesta sexta-feira (7), testei positivo para COVID-19 após fazer o exame preventivamente. Graças a Deus e à vacina estou me sentindo bem e com sintomas leves. No momento, estou em isolamento e cumprindo todas as orientações médicas”, destacou.

O número de novos casos, principalmente na Região Metropolitana, segundo dados da Secretaria de Saúde do Maranhão tem aumentado bastante diariamente, mas graças a vacinação, a quantidade de pessoas internadas em estado grave não teve um aumento significativo.

Deputada Mical Damasceno está proibida de entrar na Assembleia Legislativa


Por conta de não ter vacinado contra o Coronavírus, a deputada estadual Mical Damasceno (PTB) está proibida de entrar nas dependências da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão (ALEMA) e até adentrar em seu gabinete.

A restrição começou a ser válida nesta quarta-feira (06) após o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto, divulgar o teor da Resolução Administrativa nº 076/2022, que dispõe sobre protocolo administrativo e sanitários visando a prevenção e o combate à Covid-19 e as síndromes gripais no âmbito da ALEMA.

De acordo com a resolução, será obrigatório o uso de máscaras, apresentação do comprovante de vacinação, com o ciclo das duas doses concluídos, entre outras precauções para ingresso nas instalações da Assembleia Legislativa.

Conforme a resolução, durante o período de 10 a 31 de janeiro do corrente ano os serviços e atividades presenciais na Assembleia Legislativa serão realizados na forma de revezamento de servidores conforme a necessidade de cada setor, obedecendo as normas estabelecidas na resolução.

– “Não estou a fim de me vacinar”

Por meio de ligação telefônica, nesta sexta-feira (07), a deputada Mical informou ainda não ter se vacinado contra o Coronavírus e disse, ainda, desconhecer a Resolução Administrativa nº 076/2022 de autoria da Mesa Diretora da Assembleia.

“Vou procurar saber, mas até agora não vacinei e desconheço a Resolução Administrativa que proíbe entrada de não vacinados na Assembleia”, disse a parlamentar ao titular do Blog.

Em julho do ano passado, a mesma deputada afirmou durante entrevista na rádio Nova FM (93.1 Mhz) em São Luís que não vai tomar vacina contra a doença, mas que essa era uma decisão que respondia por ela e não pelos outros.

‘Não estou preparada psicologicamente para tomar vacina. [É uma] questão minha que não estou querendo me vacinar. Seu estou incentivando que bom! Mas eu respondo por mim e não respondo pelos outros’, revelou a parlamentar.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Flávio Dino evita realizar exames na rede pública e recorre a hospital particular


O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), contrariou o próprio discurso de avanço no atendimento médico da rede pública hospitalar estadual e recorreu a um hospital particular para realizar exames.

Na terça-feira (4), um dia após ser diagnosticado com Covid-19, o mandatário deu entrada no Hospital São Domingos, instituição particular localizada no bairro Bequimão, em São Luís.

Segundo o Palácio dos Leões, embora não tenha sentido sintomas graves da doença nem precisado ser internado, por precaução, Dino realizou uma bateria de exames de forma eletiva –como são definidos procedimentos agendados com o médico de preferência.

Para utilizar a rede pública estadual, Dino precisaria primeiro de paciência e enfrentar filas para senha e atendimento como centenas de milhares de pessoas que dependem do SUS (Sistema Único de Saúde) no estado.

Ao buscar a rede privada em vez da pública, o governador maranhense pode também se livrar de queixas de pacientes e de servidores públicos, e deixou de experimentar pessoalmente a realidade do ate

quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

Weverton testa positivo para Covid em viagem a Imperatriz


O senador Weverton Rocha (PDT) e pré-candidato ao governo do Maranhão testou positivo para a Covid-19.

Weverton estava em visita a Imperatriz onde visitou ao lado do prefeito Assis Ramos, famílias atingidas pela enchente e que estão abrigadas em ginásio.

“Fiz hoje exame de rotina para Covid-19, que repito a cada 10 dias. Para minha surpresa, deu positivo. Estava em Imperatriz, onde visitei famílias atingidas por enchente, sempre de máscara”, afirmou.

Weverton disse ter suspendido a sua agenda para cumprir isolamento domiciliar em Brasília.

“De imediato, suspendi agenda e voltei a Brasília para ficar em isolamento. Tomei as duas doses da vacina. Estou sem sintomas e me sentindo bem.”, disse.

segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Ingratidão faz Braide “esconder” Bolsonaro da vacinação em São Luís


Nesta semana foi registrada a aplicação da segunda dose em mais de meio milhão de pessoas em São Luís. Apesar da marca ter sido atingida após o Governo Federal priorizar a vacinação na capital maranhense temendo a disseminação da cepa indiana, o prefeito Eduardo Braide aproveitou a situação para assumir a marca e “esconder” o presidente Jair Bolsonaro e Marcelo Queiroga do feito. Braide tratou a vacinação na cidade como “exemplo para o resto do país”.

“Nosso propósito, desde o início da nossa gestão, é promover a saúde e o bem-estar da nossa população, combatendo a pandemia e a vacina, sem dúvidas, é fundamental neste contexto. Por isso mesmo, estamos muito felizes em saber que já imunizamos contra a Covid-19 mais de meio milhão de pessoas. São Luís é uma cidade comprometida com a saúde do seu povo e minha gestão tem trabalhado diariamente para que a gente possa disponibilizar as doses das vacinas para todos, inclusive as terceiras doses, cujo calendário também avança na capital, que, novamente, dá exemplo para o restante do país”, disse o prefeito.

Braide tem evitado fazer qualquer menção ao Governo Federal em suas falas. O aumento da vacinação em São Luís só foi possível graças a ações do Ministério da Saúde em maio de 2021. Na ocasião, Braide reuniu-se com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que manifestou o reforço da vacinação na cidade para impedir o avanço da cepa indiana.

Apesar de ser sabedor disso, o prefeito prefere esconder que seu principal capital político na atualidade só foi conseguido graças ao Governo Federal.

quinta-feira, 9 de setembro de 2021

Governo do Maranhão deixa faltar vacina em município e morador tenta tomar em SLZ


E segue o impasse criado pelo Governo do Maranhão na Ilha de São Luís após o tal “Arraial da Vacinação”.

Tentando ganhar algum protagonismo no processo de imunização contra a Covid-19, a gestão Flávio Dino (PSB) usurpou competência das administrações municipais e decidiu aplicar por conta própria as primeiras doses em Raposa, Ribamar e Paço do Lumiar – assim como em várias cidades estado adentro.

No caso do Paço – onde o governo também promoveu um desses arraiais -, um morador denunciou em vídeo que não há vacina para a 2ª dose.

“Eu tô vindo de Paço do Lumiar e não tem vacina lá”, afirmou.

Por conta disso, o homem foi ao posto do Shopping da Ilha, em São Luís. Mas não conseguiu ser vacinado.

Apesar disso, o governo garante que, para quem se vacinou nos arraiais, há 2ª dose no Iema Rio Anil (antigo Cintra) e no Pátio Norte Shopping.


Gilberto Léda

sexta-feira, 30 de julho de 2021

Prefeitura de Morros planeja volta às aulas da rede municipal em Agosto


A Secretaria de Educação do município de Morros, promoveu nesta quinta-feira (29), uma reunião com todos os diretores e equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação para definir como será o retorno as aulas dos alunos da Educação Básica. O prefeito Milton Santos (Paraíba), acompanhou a reunião.

Segundo o secretário de Educação, Mário Alberto, as aulas deverão ser retomadas em agosto, mas de forma híbrida. "Essa reunião com os gestores foi para traçar de forma planejada o retorno das aulas da Educação Básica de forma híbrida, uma migração gradual com organização, responsabilidade e seguindo todas as normas sanitárias devido a pandemia", destacou o secretário Municipal de Educação.

Aulas Híbridas
As escolas com o ensino híbrido terão as atividades realizadas por grupos de alunos para cada semana. Em uma semana, parte dos alunos terá aulas presenciais e na semana seguinte terão aulas remotas, assim sucessivamente. Para as escolas que não retornarem no formato híbrido, as atividades letivas seguirão através do ensino remoto, até que sejam preparadas e anunciadas para o novo formato de ensino.

Para o prefeito de Morros, antes que as aulas retornem, é necessário dialogar com todos os gestores para que o início das atividades escolares sejam feitas da forma correta com o consenso de todos.

"Daremos o total apoio e estrutura necessária para que as aulas sejam retomadas. A educação é uma prioridade na nossa gestão, tenho certeza que a transição de forma híbrida com planejamento será positiva", afirmou o prefeito Paraíba.

Ascom

sábado, 17 de julho de 2021

Deputada sem máscara, sem ter vacinado ao lado do pai, um idoso de 81 anos

Após morte de vários pastores, Deputada Mical coloca vida de fiéis em risco

Atitude deplorável da deputada estadual Mical Damasceno (PTB) nesta quinta-feira (15) na cidade de Viana, durante o culto de ação de graça pela passagem do aniversário de 81 anos do Pastor Pedro Aldir Damasceno, seu pai e ex-presidente da CEADEMA – Convenção Estadual das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Maranhão.

É que a parlamentar anunciou no último dia 07 deste mês durante participação no programa Questão de Ordem da rádio Nova FM (LEMBRE), que embora já tenha contraído o novo Coronavírus (Covid-19) não vai tomar vacina contra a doença que continua mandando milhares em todo o Maranhão, Brasil e no mundo.

Para piorar, além de não tomar a vacina, a deputada aparece em aglomeração sem usar máscara ao lado de inúmeros fiéis idosos, como exemplo, o próprio pai.

A atitude irresponsável e negacionista de Mical coloca não apenas a vida dela em risco, como de todas as pessoas nas quais ela mantém contato.

Isso sem contar, os próprios deputados estaduais maranhenses os quais ela convive na ALEMA. Ainda bem que a Assembleia Legislativa entrou em recesso.

Se a deputada tivesse empatia pelo irmãos na fé e não tivesse infectada pelo vírus do bolsonarismo, ela saberia que na pagina da CEADEMA nas redes sociais (VEJA) está publicado mais de 20 (vinte) notas de pesar resultantes de morte de pastores, missionários e obreiros das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus espalhadas pelo Maranhão, vítimas exatamente da Covid-19.

Portanto, a postura irresponsável de Mical não é apenas na descrença da vacina contra o Coronavírus é contra a vida dos maranhense.

terça-feira, 13 de julho de 2021

Irregularidades devem desencadear ação da PF no governo Flávio Dino


O Tribunal de Contas da União - TCU identificou irregularidades na compra, com dinheiro federal, de 34 mil itens hospitalares destinados ao enfrentamento da pandemia da Covid-19, pelo governo Flávio Dino (PSB), os gastos foram feitos pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), de Carlos Lula, que já responde a processos, justamente por gastos no órgão.

O TCU iniciou o processo n° 036.775/2020-7, contra gastos do governo Flávio Dino e será julgado pela corte. O resultado da fiscalização foi divulgado pelo TCU no dia 1° deste mês.

A gastança de verba federal custou ao erário público R$ 1.602.080,00 (Um milhão, Seiscentos e Dois Mil Reais). O recurso faz parte do montante destinado pelo Governo Federal para o combate ao novo coronavírus no estado.

Segundo dados financeiros apurados pelo TCU, ano passado (2020), o Maranhão recebeu, para execução de ações de prevenção e enfrentamento da Covid-19, R$ 1.825.530.487,00 (Um Bilhão, Oitocentos e Vinte e Cinco Milhões). Já este ano (2021), o TCU apurou o repasse de R$ R$ 41.207.022,00 (Quarenta e Um Milhões, Duzentos e Sete Mil Reais).

Aventais cirúrgicos e macacões de proteção
A compra suspeita de fraudes identificada pelo TCU, refere-se ao contrato, firmado com a empresa Mawed Comercial Ltda. Na negociação com a fornecedora, a SES adquiriu 20 mil aventais cirúrgicos e 7 mil macacões de proteção para serem usados por profissionais de saúde em atuação na linha de frente do combate ao novo coronavírus. A quantia gasta, mais de R$ 1,6 milhão, chamou a atenção da corte por apresentar indícios de fraude e irregularidades.

~

O processo tramita na 1° Câmara do TCU, que analisará os indícios de irregularidade da compra e proferirá decisão. O relator é o ministro Jorge Oliveira. Para defendê-lo, o governo Flávio Dino designou o advogado Bertoldo Klinger Barros Rego Neto (OAB-MA n° 11.909).

Foco da fiscalização
A fiscalização teve como foco a economicidade, a motivação, a aderência legal e a transparência dos procedimentos de aquisição:

Fragilidades na seleção do fornecedor.

Fragilidades na avaliação/pesquisa do preço de mercado.

Falta de transparência das compras do Covid-19.

Adiantamento de pagamento sem os cuidados adequados, sem exigência de garantias ou sem a devida avaliação da habilitação e qualificação do fornecedor.

Ausência de justificativas e critérios para a contratação.
A fiscalização ocorreu no período de 20/04/2020 a 31/03/2021 e teve como foco a economicidade, a motivação, a aderência legal e a transparência dos procedimentos de aquisição. “A necessidade de realização do trabalho originou-se não só do valor extremamente elevado dos recursos envolvidos, mas também da flexibilização temporária de regras para aquisição de bens, serviços – inclusive de engenharia – e insumos destinados ao combate à pandemia, promovida pela Lei 13.979/2020, e, acima de tudo, das gravíssimas e relevantíssimas repercussões sanitárias, sociais, humanas e econômicas da matéria”, declarou o ministro-relator Jorge Oliveira.

Como se observa, o secretário Carlos Lula, que se filiou recentemente ao PSB, deve recorrer novamente à Justiça Federal para conseguir Habeas Corpus preventivo para não ir preso.

sexta-feira, 9 de julho de 2021

Dino amplia horário de academias e destaca queda nos números da Covid


O governador do Maranhão, Flávio Dino, iniciou a coletiva desta sexta-feira (09) destacando uma melhora nos números de internados e óbitos no estado. Dino atribuiu esses números ao avanço da vacinação e pediu que os maranhenses sigam buscando a imunização.

Flávio Dino lamentou que ainda existem 67 municípios do Maranhão, dos 217 que possuímos, que não alcançaram a aplicação de 85% das vacinas recebidas e por esse motivo as doses dessas cidades seguem retidas.

O governador reforçou que profissionais da Segurança e Educação já podem tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Dino lembrou que o Estado estará premiando os maranhenses que já tenham tomado as duas doses.

Sobre as medidas sanitárias a novidade ficou por conta da liberação das academias para funcionarem das 6h às 0h, ampliando o horário de funcionamento. As demais permanecem as mesmas da semana passada, como bares e restaurantes já podendo funcionar até a meia-noite, por exemplo. Essas medidas devem permanecer durante 15 dias e depois serão reavaliadas.

sexta-feira, 2 de julho de 2021

Flávio Dino reduz medidas contra Covid-19 no MA


O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB) decidiu flexibilizar medidas de controle da Covid-19.

Diante da melhora de indicadores epidemiológicos – notadamente a queda do número de óbitos e de internações diante do avanço da vacinação (saiba mais) – o socialista anunciou o aumento quantidade de pessoas permitidas em eventos (de 100 para 150) e a extensão do horário de funcionamento bares e restaurantes (até a meia-noite).

Além disso, igrejas, academias e outros estabelecimentos que estavam funcionando com a capacidade 50%, passam a a funcionar com 70% de sua capacidade.

quinta-feira, 1 de julho de 2021

Morros se destaca na imunização e no alto número de recuperados contra a Covid -19


O município de Morros, (distante 100km da capital) tem feito um trabalho de destaque na imunização dos munícipes contra a COVID-19, além de aplicar 90% das doses recebidas, o número de recuperados possui uma taxa elevada entre aqueles que foram afetados pelo Coronavírus.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, das 6.829 doses recebidas pelo Governo do Estado, quase 6 mil já foram aplicadas na população entre 80 a 40 anos. Com um total de 2.420 imunizados (ou seja, que tomaram a primeira e a segunda dose). O número dos que tomaram a primeira dose de vacinas chega a 3.344 pessoas.

Segundo a coordenadora de imunização do município. O número de imunizados deve crescer vertiginosamente, pois grande parte da população já se prepara para tomar a segunda dose. "Temos feito ações de conscientização e incentivado cada vez mais as pessoas das faixas etárias determinadas a procurar um posto de vacinação. Estamos muito próximos dos 100% das doses aplicadas em relação a doses que recebemos", declarou Eliane Rocha, enfermeira e coordenadora da imunização.

Após o decreto municipal que entrou em vigor no início do mês de junho, restringindo aglomerações e limitando o número de pessoas em bares, restaurantes e pousadas na cidade de Morros, o número de casos ativos caiu de 138 para 37 casos até o último dia do mês. No último boletim divulgado no município revelou que dos 668 casos confirmados de COVID 19, 615 foram recuperados.

"Vamos continuar promovendo mais ações e buscando permanentemente mais vacinas e medidas para conter esse vírus mortal. A prioridade é imunizar toda a população. Assim como fizemos no arraial da vacinação, iremos promover mais campanhas. Nossa meta é imunizar mais da metade da população com as duas doses neste segundo semestre" afirmou o prefeito Milton Santos (Paraíba).

Valtervi Passos - Ascom

quarta-feira, 16 de junho de 2021

100% vacinada: Alcântara é a 1ª cidade do Brasil a alcançar essa marca


A cidade de Alcântara, no Maranhão, é a primeira do Brasil a ter 100% da população vacinada com a primeira dose do imunizante contra a covid-19. O município alcançou a marca nesta 4ª feira (16.jun).

Com 204 comunidades quilombolas, totalizando 3,3 mil famílias, a cidade recebeu um carregamento de vacinas maior, por conta da priorização desta população definida pelo Plano Nacional de Imunizações (PNI). É o que destaca o governador Flávio Dino (PCdoB-MA).

"Garantimos o acesso de toda a população-alvo à 1ª dose da vacina. Seguimos lutando para avançar em todas as regiões, com os Arraiais da Vacinação e o trabalho conjunto com os municípios", afirma o governador.

A Secretaria de Saúde fez operação em conjunto com a Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma). Enfermeiros, aplicadores, digitadores e profissionais municipais, trabalharam para o avanço do processo de vacinação.

terça-feira, 15 de junho de 2021

Bolsonaro ignora intimação por aglomeração em evento no MA


O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), ainda não respondeu a intimação feita pela Superintendência de Vigilância Sanitária do Maranhão (Suvisa), quase um mês após ter sido multado por provocar aglomerações e não usar máscara de proteção em meio à pandemia de Covid, durante um evento no estado.

O auto de infração sanitária foi aplicado no dia 21 de maio, após a passagem do presidente um evento em Açailândia, cidade a 562 km de São Luís. No local, Bolsonaro cumprimentou apoiadores e a passagem dele provocou inúmeras aglomerações.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) afirmou que devido a falta de resposta da intimação, um defensor dativa será nomeado para apresentar a defesa sobre o caso, que será julgado pela Vigilância Sanitária do Maranhão.

De acordo com a secretaria, o presidente pode ser penalizado e multado em valores que variam de R$ 2 mil, para infrações leves, até R$ 1,5 milhão, para infrações graves (leia abaixo o valor completo das infrações), segundo a Lei Federal nº 6.437/77.

Infrações leves: de R$ 2 mil a R$ 75 mil;
Infrações graves: de R$ 75 mil a R$ 200 mil;
Infrações gravíssimas: de R$ 200 mil a R$ 1,5 milhão.

Procurada pela reportagem, a assessoria de comunicação do Palácio do Planalto ainda não havia se manifestado até a publicação desta reportagem.

A multa, aplicada pela Suvisa, afirma afirma que Bolsonaro descumpriu “obrigação de uso de máscara como medida farmacológica destinada a contribuir para a contenção e prevenção da Covid-19 em locais de uso coletivo, ainda que privados", além de "promover em evento da Presidência da República, aglomerações sem controle sanitário com mais de 100 pessoas", diz o documento.

Em todo o Maranhão, desde maio de 2020, é obrigatório o uso de máscara em locais públicos ou privados que sejam de uso coletivo. De acordo com o Decreto Estadual Nº 35.7469, o uso das máscaras de proteção - descartáveis, caseiras ou reutilizáveis - funcionam como medida não farmacológica destinada a contribuir para a contenção e prevenção da Covid-19.

Além de locais públicos e privados de uso coletivo, o uso de máscara em ambiente domiciliar, poderá ocorrer conforme recomendação médica.,


Multado em SP

O presidente Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), três ministros e outros cinco deputados foram multados no sábado (12), por equipes de saúde e segurança pública de São Paulo por não usarem máscara durante um passeio com motociclistas realizado na capital paulista.

Cada um deles foi multado em R$ 552,71 por desrespeito a um decreto estadual que obriga o uso da máscara para prevenir a propagação do coronavírus. O uso de máscaras é obrigatório no estado de São Paulo desde maio de 2020, conforme um decreto estadual e uma resolução da secretaria da Saúde.

quinta-feira, 10 de junho de 2021

Bolsonaro quer desobrigar máscara para vacinados e quem já teve Covid-19


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira (10) que discutiu com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção individual para quem já foi vacinado contra a Covid-19 e também para quem já a contraiu.

"Queiroga vai ultimar parecer visando desobrigar uso de máscara de quem estiver vacinado ou já tenha sido contaminado", disse o presidente, durante evento do setor do turismo. Na avaliação de Bolsonaro, o uso de máscara deve ser obrigatório apenas para quem esteja infectado com a Covid-19. Há dois dias, Queiroga foi à CPI da Pandemia e defendeu uso de máscara contra Covid-19.

Apesar de pessoas que tiveram a Covid-19 desenvolverem anticorpos para a doença, esta proteção não é considerada definitiva, diante do risco de reinfecção e das variantes do novo coronavírus. A orientação dos órgãos de saúde é que mesmo pessoas que já tenham tido a Covid-19 precisam se vacinar contra a doença.

Após os primeiros países optarem por autorizar a dispensa do uso de máscaras por pessoas vacinadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu cautela aos governos. Segundo a OMS, a dispensa desses cuidados pode acontecer quando não há mais transmissão comunitária da doença e não depende apenas da vacinação contra a Covid-19.

“A pandemia não terminou, há muita incerteza com as novas variantes e precisamos manter os cuidados básicos para salvar vidas", afirmou Maria van Kerkhove, líder técnica para a Covid-19 da OMS.