Mostrando postagens com marcador apoio. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador apoio. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 28 de julho de 2022

Vice de Santa Inês, Sirino Rodrigues e vereador Didi Júnior declaram apoio ao deputado Adriano Sarney

Adriano Sarney com o vice-prefeito de Santa Inês, Sirino Rodrigues (esquerda) e o vereador de Didi (direita)

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) ganhou o reforço do vice-prefeito de Santa Inês, Sirino Rodrigues, do vereador Didi e todo o seu grupo político. O apoio foi fechado na noite desta terça (26/07).

Sirino lembrou que Adriano Sarney reúne todas as credenciais para continuar representando os maranhenses na Assembleia Legislativa com seriedade e compromisso. “Adriano é um nome muito importante para o Maranhão. Entendo que ele é compromissado e vai dar continuidade ao trabalho excelente na Assembleia defendendo os maranhenses”, destacou o vice-prefeito.

Já o vereador Didi se disse esperançoso quanto à realização desse projeto político. “Adriano Sarney está no seu segundo mandato de deputado estadual, defendendo importantes pautas do nosso estado. Discutimos sobre Santa Inês e fechamos um compromisso de reerguer nossa cidade. Estamos falando de um homem preparado para nos representar na Assembleia Legislativa e de um jovem forte que assume um compromisso com Santa Inês”, afirmou.

Adriano agradeceu o apoio, ressaltando a importância do trabalho em parceria. “Vamos fazer a política da transformação. A você Sirino, vereador Didi e demais lideranças, meu muito obrigado pela confiança e por acreditar e impulsionar nosso projeto. Serei a voz do povo de Santa Inês na Assembleia Legislativa. Junto e com seu grupo teremos um time forte para buscar os recursos necessários para o município”, finalizou.

quinta-feira, 17 de março de 2022

PROS é esvaziado após declarar apoio a Weverton


A ex-direção estadual do PROS no Maranhão registrou nas redes sociais a desfiliação em massa da sigla. Os pré-candidatos à Assembleia Legislativa e à Câmara dos Deputados decidiram deixar o partido após a direção nacional confirmar apoio da sigla ao pré-candidato ao governo do Maranhão, senador Weverton Rocha (PDT).

O vereador de São Luís, Chico Carvalho (ainda no União Brasil), recebeu na noite da quarta-feira, 16, a comunicação da direção nacional de que a comissão provisória do partido no Maranhão ficará no comando do ex-deputado Marcos Caldas.

Logo após o comunicado, Carvalho reuniu os pré-candidatos às eleições proporcionais e definiram que deixarão o PROS e buscarão o novo partido para a disputa de outubro.

“Quando fui convidado para compor o Pros, uma missão me foi dada: montar as chapas de deputados estadual e federal. E como missão dada, é missão cumprida, com diálogo conseguiu uma intensa filiação de nomes fortes para as eleições proporcionais. Trouxe para os quadros nomes da política que foram deputados, prefeitos, vereadores e vice-prefeitos. Lideranças de destaque no interior do estado. Infelizmente, o cenário político mudou e o PROS nacional decidiu seguir caminho diferente do já acertado com os pré-candidatos do partido. Não concordei com os novos rumos e, assim como eu, os pré-candidatos a deputado estadual e federal, também não”, disse Chico Carvalho.

Entre os desfiliados do Pros estão os ex-deputados Raimundo Cutrim, Jota Pinto, Victor Mendes e Waldir Maranhão.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2022

Republicanos seguirá apoiando Weverton Rocha, diz Cléber Verde


O presidente estadual do Republicanos no Maranhão, o deputado federal Cléber Verde, desmentiu a informação de que o partido apoiará a pré-candidatura de Carlos Brandão (PSDB) ao governo do estado.

Nesta sexta-feira (4), blogs divulgaram fake news de que o partido estaria deixando a base de apoio do senador Weverton Rocha (PDT), fato que foi rechaçado por Cléber Verde.

“O Republicanos está no envolvimento político liderado pelo senador Weverton Rocha e estamos discutindo o Maranhão na busca de soluções para demandas mais urgentes. Nesse sentido, a informação que o Republicanos abandonaria o projeto do senador Weverton não é verdade. Isso está circulando em blogs que infelizmente não buscam as informações verdadeiras para apresentar à sociedade. Ratificamos o nosso compromisso de seguir com o Maranhão Mais Feliz” disse o parlamentar.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2022

Dilma descarta ser candidata na chapa de Flávio Dino


A ex-presidente Dilma Rousseff (PT), confirmou, durante conversa com a jornalista Malu Gaspar, do jornal O Globo, que não disputará nenhum cargo político na eleição deste ano.

A informação acontece dias após aliados de Flávio Dino (PSB), plantar informação na imprensa, de que Dilma poderia ser a primeira suplente de Dino na eleição por uma vaga no Senado.

A jogada era simples, Dino garantia a volta de Dilma ao cenário político, em troca, pediria a aliança do PT na empreitada de Carlos Brandão (PSDB).

Aliado histórico de Weverton e entendendo o grupo de esquerda no Maranhão, Lula teria aconselhado Dilma a desfazer qualquer faísca.

O próprio ex-presidente já deixou claro, que no Maranhão, apoiará Weverton para o Governo e Dino para o senador.

sábado, 29 de janeiro de 2022

Fufuca nega apoio a Brandão


O deputado federal André Fufuca desmontou nesta sexta-feira, 28, com um sonoro “não!”, as especulações sobre possível adesão ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Aliados de Brandão na imprensa vêm dando como certa a cooptação não apenas de Fufuca, mas dos deputados Cleber Verde (PRB) e Pedro Lucas Fernandes (PTB).

A partir destas especulações, o blog Marco Aurélio D’Eça perguntou ao deputado do PP: “fechou com Brandão, parlamentar?”.

– Não! Foi a resposta, enfática.

Às vésperas da reunião do governador Flávio Dino (PSB) com os aliados, Carlos Brandão ainda não conseguiu nenhum.apoio que justificasse a imposição do seu nome à base.

Por isso ele vem tentando cooptar lideranças que estão com o senador Weverton Rocha (PDT).

Segundo os aliados do vice tucano, as investidas vão se intensificar neste sábado.

Com informações do Blog Marco D'eça

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Lula confirma apoio a Weverton, diz Veja


A Revista Veja confirmou o apoio de Lula (PT) à pré-candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) ao governo do estado. Na entrevista que deu na quarta a blogs independentes, o petista indicou que bancará a escolha do PT de apoiar o deputado Marcelo Freixo (PSB) como candidato ao governo do Rio.

Lula disse ainda que o apoio dado ao aliado do PSB no Rio não se repetirá, por exemplo, no Maranhão, onde o governador Flávio Dino (PSB) deve apoiar seu atual vice, Carlos Brandão (PSDB), ao posto de sucessor. O nome do PT na disputa será então o do senador Weverton Rocha.

“Nós defendemos a candidatura do Freixo no Rio de Janeiro. Nós defendemos a candidatura do Flávio Dino. Agora, o companheiro Flávio Dino tem um candidato dele, que é o seu vice, que é do PSDB. Ele sabe que é difícil a gente apoiar o PSDB. Nós temos a candidatura do Weverton. Então, eles vão ter que se acertar para facilitar a nossa vida”, disse Lula.

Com informações do Blog Marrapá

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Flávio Dino deve ter apoio de Brandão e Weverton


O governador Flávio Dino (PSB) deve ter apoio da maioria absoluta dos partidos que compõem atualmente a base do Palácio dos Leões na disputa pela vaga de Roberto Rocha (PSDB) no Senado Federal.

Se por um lado é natural ter o voto recíproco de sua ‘opção pessoal’, o vice-governador Carlos Brandão na disputa deste ano, Dino também contará com o apoio do senador Weverton Rocha (PDT) na disputa de senador, independente de qual candidato escolher para a sucessão no Palácio dos Leões.

“Já disse em alto e bom som: mesmo Flávio não estando conosco, eu tenho toda a predisposição de estar com ele. Primeiro, porque ele não é candidato a Governador, repito é candidato a Senador e um político da qualidade dele, do tamanho dele, sem dúvida nenhuma importantíssimo para ajudar nos debates na política nacional”, afirmou o senador do PDT à jornalista Carla Lima.

No entorno de Weverton, a maioria dos partidos também deseja ter Dino como senador.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Lula despacha Brandão e manda Flávio Dino se acertar com Weverton…


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) descartou nesta quarta-feira, 19, em vídeo divulgado nas redes sociais e blogs, o apoio do PT ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Lula cita alianças do PT no Rio de Janeiro, com Marcelo Freixo (PSB), e no Maranhão, com Flávio Dino (PSB), mas deixa claro:


– Agora, o Flávio Dino tem um candidato, o vice-governador, que é do PSDB. Fica difícil pra gente apoiar o PSDB. E temos lá o Weverton; e eles vão ter que se acertar – disse o ex-presidente.

Essa declaração de Lula já tinha sido dada ao próprio Flávio Dino, ainda no ano passado.

Tanto que Dino passou a cogitar a transferência de Brandão para o PSB.

O problema é que o próprio Brandão resiste a deixar o ninho tucano.

E se deixar, perderá tanto o PSDB quanto o Cidadania.

A fala de Lula é, portanto, mais um.comicador para a cambaleante candidatura do vice de Flávio Dino.

Com informações do Blog do Marco D'eça

terça-feira, 11 de janeiro de 2022

Braide é assediado por aliados de Brandão


O ex-governador José Reinaldo Tavares é o ex-ptefeito de Ribamar, Luiz Fernando Silva, são os dois principais agentes do vice-governador Carlos Brandão (PSDB) em uma missão de guerra: cooptar para sua campanha o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos).

Tavares e Silva buscam, principalmente, o pai do prefeito, ex-deputado Carlos Braide, que já estaria com Brandão.

O irmão do prefeito e homem forte da prefeitura, Fernando Braide, também é outro alvo da dupla, sobretudo pelo fato de que irá disputar vaga na Assembleia Legislativa.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça, nas últimas semanas de 2021 Zé Reinaldo e Luiz Fernando tiveram ao menos dois encontros com Braide, o pai. Na época, especulava-se que o prefeito iria declarar apoio ao senador Weverton Rocha (PDT).

Tanto Tavares quanto Luiz Fernando contabilizam nas próprias contas o fato de Braide não ter oficializado este suposto apoio.

Para convencer o prefeito a, no mínimo, um papel de neutralidade nas eleições de 2022, Brandão oferece espaços no governo e uma série de obras e serviços na capital maranhense.

Em suas conversas, Braide reconhece o apoio recebido nas eleições de 2020, mas não cita nomes.

À época, o apoio de Weverton e seu grupo foi decisivo para a vitória do prefeito em segundo turno.

Com informações do Blog do Marco D'eça

sábado, 25 de dezembro de 2021

Com apoio da Rede, Weverton soma sete partidos em seu palanque


O senador Weverton Rocha (PDT) recebeu nesta quinta-feira, 23, o apoio oficial da Rede Sustentabilidade à sua pré-candidatura o Governo do Estado.

Agora são sete os partidos que compõem sua coligação: PDT, DEM, PP, PSL, Cidadania, Republicanos e Rede,

"Entendemos que o senador Weverton Rocha consegue reunir as credenciais necessárias para levar adiante projetos exitosos que já estão em andamento e avançar naquilo que é necessário para trazer mais desenvolvimento econômico e justiça social para os maranhenses, com uma visão alinhada aos preceitos ideológicos defendidos pela Rede Sustentabilidade. Estamos prontos para contribuir com o projeto ‘Maranhão Mais Feliz’, que temos certeza será vitorioso", disse a Executiva Estadual do partido.

Em 2020, a Rede teve como candidato a prefeito de São Luís o jornalista Jeisael Marx.

Weverton fecha 2021 como o candidato com o maior círculo de apoios dentre todos os nomes na disputa pelo Governo do Estado.

Marco D'eça

segunda-feira, 1 de novembro de 2021

Único prefeito do PT no Maranhão declara apoio a Weverton


Na noite do sábado (30), durante o encontro Maranhão Mais Feliz, o prefeito Amovelar Filho (PT) se posicionou em favor da pré-candidatura de Weverton Rocha (PDT) ao governo estadual.

Ele é prefeito de Coroatá, um dos maiores colégios eleitorais do estado; o único do PT eleito no ano passado.

“Assim como eu fui o prefeito mais jovem da história de Coroatá, com apenas 21 anos, eu tenho certeza que você vai ser o governador mais jovem do nosso estado”, afirmou.

Além de Amovelar, os prefeitos de Cajari, Constâncio; de Pedreiras, Vanessa Maia; e de São Benedito do Rio Preto, Wallas Rocha, participaram do ato politico pela primeira vez.
No total, 85 prefeitos já passaram pelo “Maranhão Mais Feliz”.


Com informações do Blog Marrapá

terça-feira, 19 de outubro de 2021

Felipe Camarão diz que pode ser candidato sem apoio de Flávio Dino


O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, pré-candidato do PT ao Governo do Maranhão, deu ontem, 18, em entrevista exclusiva a O Estado divulgada nesta terça-feira, 19, uma interessante declaração sobre o seu projeto.

O petista disse que está disposto a “disputar até o último momento” o direito de ser o candidato apoiado pelo governador Flávio Dino (PSB) nas eleições do ano que vem, mas não aponta essa como condição decisiva para a pretensão de disputar a eleição majoritária no ano que vem.

Além dele, o Palácio dos Leões tem outros três nomes: o vice-governador, Carlos Brandão (PSDB), o senador Weverton Rocha (PDT), e o secretário de Estado da Indústria, Comércio de Energia, Simplício Araújo (SD).

De acordo com Camarão, o PT o terá como candidato se seu nome for aprovado pelo partido, mesmo que o governador declare apoio a outro nome. “Se o PT me escolher como candidato, eu serei candidato, de toda sorte”, destacou, garantindo que não é “balão de ensaio”, nem está trabalhando por candidatura a vice.

“Não existe nenhum tipo de interesse de ser um balão de ensaio, um blefe, para fortalecer uma suposta candidatura a vice. Não tenho essa pretensão, e nem me vejo com essa possibilidade por conta das nossas conversas internas no partido. É bem claro: ou eu sou candidato a governador, ou, na remota hipótese de o partido não me dar aval para candidatura, eu serei candidato a deputado federal”, completou.

segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Líderes evangélicos do MA iniciam leilão de votos dos fiéis para as eleições


O vice-governador Carlos Brandão recebeu nesta semana líderes evangélicos e presidentes de denominações e convenções. Na prática, a reunião inicia o período de leilão do apoio político aos possíveis candidatos ao governo em 2022.

Nos últimos anos pastores e líderes evangélicos ganharam lugar de destaque na política maranhense ao garantirem o voto dos fiéis. As negociações, no entanto, visam apenas ganhos pessoais. Nenhum político maranhense que aluga o apoio de líderes evangélicos se vê obrigado a defender pautas como a família, antiaborto, religião ou respeito ao cristianismo. Basta pagar, receber o voto dos fiéis e pronto.

No Maranhão o apoio de pastores e religiosos não vem condicionado à defesa de pautas evangélicas. A coisa é tão escancarada que se um satanista requerer uma reunião com essas lideranças, é improvável que eles se neguem a ouvir a proposta.

A situação pode ser vista pela completa inexistência da defesa de pautas conservadoras no estado. O contraste do silêncio dos pastores e líderes evangélicos após a eleição e seu entusiasmo por reuniões e eventos de apoio antes mostram que o apoio não custa compromisso político. É apenas uma relação de compra e venda.

Participaram do evento com Carlos Brandão, Paulo Luís Araújo (Igrejas Adventistas do 7º Dia), Davi Luna (Sínodo das Igrejas Presbiterianas do Brasil no Maranhão), Aquiles Valente (Convenção das Igrejas Batistas Brasileira), Apóstolo Jacy (Instituto Ômega do Brasil), Sandro Henrique (Assembleia de Deus), Cícero (Igrejas Ass. De Deus Ministério Madureira), Erasmo (Ministério Internacional MAIS Shalom), Bispo Elton (Igreja Sara Nossa Terra), Diogo Maia (Igreja Batista Lagoinha no Maranhão) e Pr. Paulo Sérgio (presidente conselho de pastores de Imperatriz).

Está mais do que na hora dos fiéis deixarem de ser negociados neste tipo de evento.

sexta-feira, 17 de setembro de 2021

As dificuldades de Brandão em ser candidato de Dino


A quarenta e cinco dias da esperada reunião que decidirá quem será o candidato de Flávio Dino ao governo, o vice-governador Carlos Brandão nem de perto preenche os requisitos estabelecidos por Dino para a escolha do sucessor.

A carta elaborada em julho deste ano pelo governador e subscrita por todos os partidos do grupo governista prevê que será escolhido aquele que tiver adesão dos movimentos sociais, melhor desempenho nas pesquisas qualitativas e quantitativas, apoio do maior número de partidos e afinidade ideológica para tocar os programas do atual governo adiante.

O documento reconhecia as pré-candidaturas de Weverton Rocha, Carlos Brandão, Simplício Araújo e Josimar de Maranhãozinho, que rompeu com o governador na semana passada. Dos quatro, apenas o senador Weverton Rocha parece ter avançado para atender os critérios acordados no encontro do Palácio dos Leões.

O vice-governador Carlos Brandão não conseguiu adesão de um partido sequer. Pelo contrário. Abdicou da liderança do PSDB no Maranhão em troca de acordos políticos.

No quesito pesquisas, o tucano aparece tecnicamente empatado com o prefeito de São Pedro dos Crentes, o sibilino Lahesio Bonfim, atrás de Edivaldo Holanda Junior, Roberto Rocha, Roseana Sarney e Weverton Rocha. Em alguns levantamentos, ele chega a empatar com Simplício Araújo e Josimar Maranhãozinho, dois pré-candidatos que não devem seguir adiante na disputa.

Sobre os fatores ‘identificação ideológica’ e ‘apoio dos movimentos sociais’, a passagem de Luís Inácio Lula da Silva pelo estado no mês passado serviu como divisor de águas e indicativo de que Flávio Dino não encontrará clima para subir o palanque do vice tucano no pleito do ano que vem.

Carlos Brandão está em apuros.

segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Osmar Filho recebe apoio de lideranças políticas das regiões Central e do Alto Sertão


O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT) esteve neste final de semana nas regiões do Alto Sertão e Central do estado, para encontros com lideranças políticas e comunitárias. Pré-candidato a deputado estadual, o vereador participou de discussões sobre a realidade e perspectivas local e estadual nos municípios de Colinas e Presidente Dutra.

Acompanhado do deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB), no sábado (4) pela manhã o pedetista participou de um almoço na residência do ex-prefeito de Colinas, Dr. Antônio Carlos, onde também estiveram o candidato a vice-prefeito na última eleição, Reinaldo Fialho e o ex-prefeito de Passagem Franca, Reinaldo Sousa, entre outras pessoas. O ex-prefeito de Colinas disse acreditar que a chegada de Osmar ao grupo vai trazer muitos benefícios para a cidade e para toda a região.

Para o vereador, é importante dialogar com essas lideranças para conhecer a realidade local e discutir novas oportunidades para o município, para a região e para o estado. “A semente está plantada. Vamos regá-la a partir de agora, que com certeza os bons frutos virão”, disse, referindo-se a parceria firmada durante o encontro.

À noite Osmar Filho seguiu para o município de Presidente Dutra, onde seu principal compromisso foi o evento regional da caravana “Maranhão Mais Feliz”, em favor da pré-candidatura do senador Weverton Rocha ao Governo do Estado. “Como municipalista, que acompanha a atuação do senador Weverton, não poderia deixar de vir aqui manifestar o nosso apoio em favor de um projeto de mais desenvolvimento e de dias mais felizes para o povo do nosso estado”, pontuou.

segunda-feira, 30 de agosto de 2021

Eduardo Braide caminha para aliança com Weverton Rocha


Embora sem gestos públicos mais evidentes desde a posse, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), mantém uma forte relação com Weverton Rocha, desde as eleições de 2020, quando o grupo do senador foi decisivo no segundo turno.

Braide venceu as eleições com apoio de Weverton; e deve retribuir a gentileza em 2022.

Aliados do prefeito já estão articulados na campanha do senador, sobretudo nos encontros do projeto “O Maranhão Mais Feliz”; são vereadores de São Luís, deputados e lideranças do interior que atuam diretamente na pré-campanha pedetista.

A definição de apoio de Braide deve se dá apenas em 2022, seguindo a linha do próprio governador Flávio Dino (PSB), que também adiou sua decisão para o ano que vem.

Mas, até lá, novos gestos de lado a lado evidenciarão a aliança.

Antes disso, porém, haverá a eleição para presidência da Câmara Municipal, em abril, quando a aliança PDT/Braide deve ser reafirmada.


Marco D'eça

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

PMN e Podemos indicam apoio de Braide ao Weverton


No encontro realizado no último sábado em Imperatriz, 
que lançou a pré-candidatura de Weverton ao governo do Maranhão, estiveram presentes os vereadores de São Luís, Raimundo Penha (PDT), Osmar Filho (PDT), Nato Júnior (PDT), Silvana Noely (PTB), Álvaro Pires (PMN), Francisco Chaguinhas (Podemos) e Octavio Soeiro (Podemos).

A presença dos vereadores do PMN e Podemos, partido do prefeito de São Luís, Eduardo Braide, é um sinal que o gestor da capital deve mesmo apoiar o projeto do pedetista ao Governo do Estado.

Embora ele não tenha ido, a participação de parlamentares de partidos que orbitam sua base indicam o apoio de Braide a pré-candidatura de Weverton. Inclusive, cogita-se, nos bastidores, que já existe um pré-acordo para essa aliança.

terça-feira, 13 de julho de 2021

Weverton obtém maior percepção de vitória do eleitor


O senador Weverton Rocha (PDT) lidera todas as pesquisas de intenção de votos entre os membros da base do governo Flávio Dino (PSB) desde o início de 2021.

E essa consolidação do nome do senador pode ser comprovada em visitas nas redes sociais – dele e dos demais pré-candidatos – nos comentários de blogs e portais e em conversas pessoais nas comunidades, de São Luís de do interior.

Apesar de ser ainda pouco conhecido pelo eleitor – o que acaba sendo vantagem, por se revelar na baixa rejeição – Weverton é o nome mais lembrado pelo eleitor como opção para o governo na base dinista.

Nas conversas pessoais com o eleitor comum – aquele que não está envolvido diretamente com o processo eleitoral – Weverton é citado, principalmente, como “aquele que proibiu o corte de energia”.

Outro aspecto percebido nos comentários de internet e nas conversas é a ideia de que o senador do PDT vencerá as eleições de 2022.

– Essa é do Weverton – dizem eleitores, quando instados a avaliar outros nomes da lista de candidatos, incluindo a própria ex-governador Roseana Sarney (MDB), que lidera os cenários em que aparece.

Longe de ser apenas empírica a percepção de vitória do senador pode ser analisada nas próprias pesquisas de intenção de votos já divulgadas.

Além de liderar os cenários entre os membros da base, ele tem uma das menores rejeições e tem uma base de apoio consolidada, que envolve dirigentes da maioria dos partidos, prefeitos dos principais colégios eleitorais e chefes de instâncias institucionais.

Marco D'eça